A resolução do bitcoin
Wanderley Caloni, 2016-01-18:

Recentemente está havendo fuxicos sobre o último texto de Mike Hearn, um dos desenvolvedores do projeto “Bitcoin Core”, que desenha o comportamento da blockchain e acessórios. Nele Mike, que está sendo já há um tempo crítico das mudanças que tem ocorrido no projeto (incluindo um fork pra lá de controverso), pondera sobre o que pode se o início do fim do experimento bitcoin, graças perifericamente à mudança mais estúpida já feita talvez no projeto, o RBF (replace by fee), que distorce completamente a visão original do paper do Satoshi, criador do Bitcoin, mas principalmente ao já conhecido controle massivo dos servidores atrás do Grande Firewall da China. O detalhe é que nem um nem outro acontecimento deveria se tornar decisivo para o futuro do Bitcoin, cujo teor é ser descentralizado “by design”. Porém, quando as questões técnicas caem no colo dos humanos, eles tendem a jogar merda para tudo que é bom e moral.

Meus amigos já sabem que considero a criação de moedas digitais um próximo passo prá lá de grande em direção a um mundo mais justo e livre, livre principalmente das amarras de um sistema jurássico de controle coercitivo de indivíduos chamado estado, ou governo. Falo especificamente do bitcoin, o mais famoso e o mais popular das moedas digitais. Portanto, não deixa de ser um baque entender como esses projetos poderão sucumbir mais cedo ou mais tarde ao mundo real.

De qualquer forma, como costumo dizer, serão anos interessantes no reino das criptomoedas e na economia em geral. Com isso, não quero dizer necessariamente que elas irão dominar o sistema financeiro e em breve veremos o fim do lixo do dinheiro estatal. Pode querer dizer isso, o que seria ótimo. No entanto, pode também querer dizer, como estamos presenciando hoje, que teremos dados mais concretos dos motivos por trás de por que moedas digitais são impossíveis de escalar no nível tecnológico atual. O mais provável, IMHO, é que no futuro vejamos algo no meio entre esses dois extremos. Mas não exatamente no meio =)

Por enquanto, resta seguir se informando sobre como o projeto do bitcoin vai evoluindo, e como as moedas alternativas, criadas ou a ser criadas, vão se adaptando a essas notícias. Uma boa fonte de conhecimento sempre é o Hacker News, que contém os links direto ao ponto e os comentários de pessoas geralmente com algo a acrescentar. Diferente de mim, mero curioso de plantão.