Devaneio nerd rápido sobre aniversários
Wanderley Caloni, 2009-12-14

#devaneando

Hoje não é aniversário do blogue. É meu. Há exatos (sic) trinta anos nascia eu, essa pessoa que vos fala. Legal, não?

Beeeem legal. Tão legal quanto saber que o núcleo de um átomo representa 99,9% de sua masssa ou que uma borboleta bate duzentas mil vezes a asa por hora (só chutando, eu não sei realmente).

Ou saber, talvez, que o homem deciciu contar sua idade terrena através do número de vezes que esse planetinha gira em órbita de sua estrela. É o tipo de curiosidade mais que suficiente para comentar em sua quinquagésima festa de aniversário durante a rodinha do tédio (aquela em que você não tem  nada pra comentar porque já é a quinquagésima festinha do ano e as pessoas já estão cansadas de se verem).

_Dr. House: Ah, my birthday. Normally I'd put on a festive hat and celebrate the fact that the Earth has circled the Sun one more time; I really didn't think it was going to make it this year, but darn it if it wasn't the little planet that could all over again. (1.06 [The Socratic Method](http://en.wikiquote.org/wiki/House_%28TV_series%29#The_Socratic_Method_.281.06.29))_

Do ponto de vista estatístico (sempre ela!), então, nem se fala. Na região onde eu moro vivem dez milhões de pessoas. Em uma conta de padaria, trinta mil fazem aniversário junto comigo. Na mesma hora, talvez umas mil. Bom, mas existem sessentas minutos em uma hora! Dessa forma, eu tenho a chance de ter nascido no mesmo minuto junto de cerca de vinte rebentos. Ah, e os segundos!?!? É verdade. Sou obrigado a torcer o nariz para o “fato” que tenho mais de 50% de chance de ser a única pessoa na região de São Paulo a ter nascido no mesmo segundo. Que especial! Bom, no mundo inteiro, é óbvio que não tenho nem um milissegundo pra mim, o que torna a data tão insignificativa quanto um alerta do orkut sobre a mesma.

  • Se aplicarmos a mesma lógica matemática à morte e aos nascimentos chegaremos à inevitável (e óbvia) equação que a vida de um indivíduo para a nossa espécie hoje em dia vale menos que sua aposentadoria. Até porque, dessa imensa maioria de pessoas que nascem e morrem, a maioria é pobre e não tem condições de contribuir com uma boa parcela de gastos para o bem de nossa economia. A maioria é burra também, e pode contribuir menos ainda pelo valor agregado de nossa riqueza.

  • Me foi contado que aniversários são eventos para celebrar a vida, principalmente do aniversariante. Ótimo! Isso quer dizer que a vida de cada um vale menos de 0,3% do ano inteiro, já que reservamos apenas um dia em 360 para confirmar que ainda estamos respirando.

Bom, esse artigo já devanou demais. E como meu objetivo nem foi chegar à uma conclusão, termino por aqui. Ah, para dar mais corda pra pensar: feliz natal!

PS: Mensagens de feliz aniversário serão devidamente descartadas. Ah, e feliz ano-novo pra você, também.