História do Windows - parte 2.0

2007/07/04

Eu seu, eu sei. A maioria dos meus leitores odiou o tema história do Windows na era paleozóica. Porém, como eu disse na parte 1.0, estou apenas satisfazendo a outra parte de leitores que procurou no Google por esse tema e acabou caindo no meu antigo blog. Mas vejamos o lado bom: a partir da próxima versão iremos destrinchar a API do sistema, entendendo o porquê das coisas serem como elas são. No momento os deixo apenas com história, pois é desconhecido para mim como funcionavam os primeiros rabiscos do MS-DOS Shell, mais conhecido como Windows/386. Bom divertimento!

Nasce o Windows 2.0 (e um processo da Apple)

Assim, em 9 de dezembro de 1987, é lançado o aperfeiçoadíssimo Windows 2.0, que fez do PC um ambiente muito mais parecido com um computador Macintosh. O novo sistema possui ícones para representar programas e arquivos, fornece suporte para memória expandida e janelas que podem se sobrepor(!). Porém, ainda utilizava o modelo de memória do 8088 e portanto era limitado a 1 Megabyte, ainda que certas pessoas houvessem tido sucesso rodando o sistema em cima de outro multitarefa como DesqView.

A Apple, vendo a extrema semelhança entre seu sistema e o Windows, abriu um processo em 1988 alegando ter a Microsoft quebrado o acordo feito em 1985. A Microsoft se defendeu tendo o argumento que a licença lhe dava o direito do uso dessas características. Uma guerra judicial se arrastou por quatro anos. A Microsoft ganhou. Ao final, a Apple declarou que a Microsoft havia infligido 170 de seus copyrights. A corte judicial disse que o acordo de licença dava direito de uso da Microsoft de todos menos nove. Então a Microsoft alegou que os copyrights restantes não poderiam ser reinvidicados pela lei do copyright, já que a Apple pegou suas idéias da interface gráfica desenvolvida pela Xerox em seus computadores Star. Assim, um impresso de 01/06/93, disponível no Microsoft Timeline, resumiu a solução final:

“Microsoft announces that Judge Vaughn R. Walker of the U.S. District Court of Northern California ruled today in Microsoft’s favor in the Apple vs. Microsoft and Hewlett-Packard copyright suit. The judge granted Microsoft’s and Hewlett-Packard’s motions to dismiss the last remaining copyright infringement claims against Microsoft Windows 2.03 and 3.0, as well as, the HP NewWave.”

Uma outra frase resume o caminho trilhado pela empresa a partir de então:

“Microsoft become the top software vendor in 1988 and never looked back…” - Microsoft

Diferentes versões para diferentes processadores

Com o advento dos novos lançamentos da Intel, os processadores 80286 e 80386, o Windows acabou sendo atualizado duas vezes para aproveitar as novas características dos dois sistemas. E assim nasceram as versões 2.1.x do Windows, respectivamente conhecidas como Windows/286 e Windows/386.

A próxima versão do Windows é que vai alavancar as vendas da Microsoft de uma vez por todas. Veremos que boa parte da API que usamos hoje em dia já existia no Windows 3.0, e boa parte das peculiaridades que nos perseguem até hoje.

Para ver mais

Facebook | Twitter | Linkedin | Google