Como Treinar Seu Dragão 3

Caloni, January 18, 2019

External image

Enquanto as animações quase sempre tentam se concentrar no poder de encantar e divertir seu público mais jovem através de piadas e caminhos fáceis de superação dos seus mini heróis, a saga Como Treinar Seu Dragão se arisca cada vez mais em flertar com a o rito de passagem do seu herói, Soluço, que caminha da puberdade para se tornar não apenas um adulto, mas o líder do povo que seu pai liderou.

E como todo rito de passagem Soluço deve ultrapassar seus pais, o que ele é forçado a fazer devido às circunstâncias: há um vilão de olho no seu dragão de estimação, Fúria da Noite. Esse vilão por algum motivo é poderoso demais para que eles permaneçam e lutem. As ideias nesse terceiro filme parecem mal trabalhadas, pois nada convence muito bem e não há profundidade no que é dito, parecendo mais uma extensão do seriado do que um novo longa metragem.

Mas isso não quer dizer que a execução não seja bem feita. Dotado de efeitos equiparáveis à sua concorrente gigante Disney/Pixar e com uma trilha sonora adorável de John Powell que dá vontade verdadeira de ouvir, Como Treinar Seu Dragão 3 não é um trabalho amador, mas onde sobra técnica parece faltar uma alma.

A crítica Pauline Kael falou algo semelhante do primeiro Star Wars (“um épico sem um sonho”) e acho que a comparação aqui cabe, já que há uma tentativa subliminar de transformar esta saga em uma versão Viking do trabalho de George Lucas. Note a espada de fogo de Soluço e o aspecto rebelde que seu povo assume diante dos outros vikings e terá um vislumbre do que quero dizer. E em ambos os trabalhos o risco de se render ao caminho preguiçoso da jornada do herói é enorme. Nenhuma das duas séries de filmes parece ter ouvido a máxima do Tio Ben (Homem-Aranha): “com grandes poderes vem grandes responsabilidades”.

Mas este não é um filme infanto juvenil com ideias adultas. Se trata de uma aventura sem riscos palpáveis onde aguardamos por uma resolução burocrática onde deveria haver mais emoção. Há um subtexto envolvendo os dragões que cheira a crítica social sobre imigrantes e conflito de povos, mas é um aroma suave demais para prestarmos atenção. Como eu disse, este é um trabalho que precisa de mais tratamento. Do jeito que está, é uma versão extendida da série que estão passando nos cinemas.

Mas eu gostaria de poder dizer que é interessante notar o rosto com pelos crescendo em Soluço anunciando seu status de pré-adulto, que os flashbacks com o pai é uma muleta emocional para nos envolvermos mais com a história e que o mundo dos dragões é um prisma caótico e esteticamente fascinante construído pela equipe Dreamworks. É uma ótima produção. Pena que com grandes produções nem sempre venham grandes histórias…

Como Treinar Seu Dragão 3 ● How to Train Your Dragon: The Hidden World. Escrito e dirigido por Dean DeBlois baseado nos personagens de Cressida Cowell. ● Nota: 3/5. Categoria: movies. Publicado em 2019-01-18. Texto escrito por Caloni. Quer comentar?