Mad Max: A Caçada Continua

Caloni, March 24, 2019

External image

Mad Max 2 tem o subtítulo ridículo A Caçada Continua no Brasil, mas pra quem assiste filmes por aqui está acostumado com pagação de mico das distribuidoras. Lá fora é conhecido como Mad Max 2 e The Road Warrior, para ter uma ideia de como estavam em dúvida sobre relacionar com o primeiro. Ele conta a história de Max, sem esposa, sem filho e com um cachorro de lenço vermelho, um side kick que consegue manter uma arma apontada e engatilhada segurando um osso de brinquedo, prestes a estourar os miolos do sujeito. Esse é um mundo pós-apocalíptico, e sendo assim vale tudo, menos dar o toba.

Max é Mel Gibson, que ainda não saiu da Austrália e sendo assim não conheceu Danny Glover para voltar a ser policial na série Máquina Mortífera. Mas ele conhece um piloto de um helicóptero pessoal que domestica uma cobra para assaltar transeuntes. Interpretado por Bruce Spence, este é o personagem mais carismático e humorado de uma série de pessoas bizarras usando colant, alguns com a parte dos fundilhos com abertura para ventilação.

Mad Max 2 junta a sanidade do primeiro filme com a perda completa de controle do quarto. Ele mantém a trilha sonora genérica que toca nos momentos inapropriados, mas ganhamos de brinde uma história mais coesa, simples de acompanhar. Há um guri com um bumerangue de aço. Ele corta a testa do brother do sujeito dos fundilhos. Está declarada guerra ao último posto de gasolina do deserto, e Max quer se aproveitar da situação.

Dirigido novamente por George Miller, este é um trabalho mais maduro, com mais dinheiro e fôlego. Há ótimas sequências de perseguição de carros e uma direção de arte que inspirou metade das referências usadas em Rick and Morty (a outra metade só no terceiro).

Há um pouco de gordura, uma fotografia com muitos grãos (note como as cenas noturnas são problemáticas) e ação de primeira. São os anos 80 deixando saudades.

Mad Max: A Caçada Continua ● Mad Max 2 aka The Road Warrior. Austrália, 1981. Direção de George Miller com roteiro de Terry Hayes, Brian Hannant e Miller. Com Mel Gibson, Bruce Spence, Max Phipps e Emil Minty. ● Nota: 4/5. Categoria: movies. Publicado em 2019-03-24. Texto escrito por Caloni. Quer comentar?