Viúvas

Caloni, January 14, 2013

External image

Projeto menor do diretor Marcos Carnevale (Elsa e Fred), Viúvas possui o seu núcleo na história de Elena (Graciela Borges), que perde o marido depois de um infarto. Fica conhecendo assim a sua amante, Adela (Valeria Bertuccelli), muito mais jovem e inexperiente com seus sentimentos. Unindo a vida pós-marido de ambas através de uma última promessa feita pela esposa, a sensação constante é de que ao tentarmos conhecê-las melhor existe um sentimento de repulsa por mulheres tão egoístas (cada uma à sua maneira).

O que é uma pena, pois o curioso plot coloca a questão dos sentimentos acima dos rótulos em pauta, e apesar do roteiro do próprio diretor deixar o tema morno e frequentemente revisto, o fato é que Viúvas não consegue se desvencilhar da óbvia rivalidade entre as duas desconsoladas para criar algo além de situações controversas e cômicas.

De qualquer forma é notável que o núcleo de personagens seja formado apenas por mulheres, sendo que possíveis pretendentes, quando aparecem, são simples adornos para o ego das duas atraentes mulheres. Recriando situações engraçadas no vai-e-vem da história, Carnevale parece não beneficiar nem a comédia nem o drama, pois não há espaço para que as situações cresçam e se tornem a que vieram.

Viúvas ● Viúvas. Viudas (Argentina, 2011). Dirigido por Marcos Carnevale. Escrito por Marcos Carnevale, Bernarda Pagés. Com Graciela Borges, Valeria Bertuccelli, Rita Cortese, Martín Bossi, Chang Sung Kim, Mário José Paz, Mariana Richaudeau. ● Nota: 3/5. Categoria: movies. Publicado em 2013-01-14. Texto escrito por Caloni. Quer comentar?