Google shortcuts

Jul 6, 2007 2 min.

I do love shortcuts. Since my very first years using computers, shortcuts had become my obsession. I research them through the time, collecting them, using them. For a long time I avoid myself from touching the mouse, trainning to remember all keystroke sequences I know. I have nothing against using the mouse neither the people that do it. I’m just not very much enthusiastic in using mice. For sometime, I even believed that the cursor pointer was getting me annoyed, so I developed a program to get rid of it from the screen (using a shortcut, of course).

História do Windows - parte 2.0

Jul 4, 2007 3 min.

Eu seu, eu sei. A maioria dos meus leitores odiou o tema história do Windows na era paleozóica. Porém, como eu disse na parte 1.0, estou apenas satisfazendo a outra parte de leitores que procurou no Google por esse tema e acabou caindo no meu antigo blog. Mas vejamos o lado bom: a partir da próxima versão iremos destrinchar a API do sistema, entendendo o porquê das coisas serem como elas são.

Introdução ao SoftICE

Jul 2, 2007 5 min.

O que acontece quando você precisa depurar um programa e não tem o Visual Studio instalado na máquina onde o problema está ocorrendo? Ora, para isso que existe o Remote Debugging. Eu uso direto. Você só precisa rodar um pequeno programa na máquina que vai ser depurada e abrir uma porta ou duas. O resto o Visual Studio da máquina que vai depurar faz. Tudo bem, mas e se estamos falando de depuração em kernel mode?

A inteligência do if - parte 2

Jun 29, 2007 4 min.

Vimos na primeira parte desse artigo como o if revolucionou o mundo da computação trazendo um salto que depende de condições anteriores e, portanto, depende do estado do programa. A ele chamamos de salto condicional. Agora veremos como implementar uma condição baseando-se no fato de que o computador pode apenas realizar operações matemáticas. Uma condição, item necessário para o funcionamento do salto condicional, nada mais é do que um cálculo matemático e o seu resultado, sendo o salto dependente desse resultado.

História do Windows - parte 1.0

Jun 26, 2007 4 min.

Devido à grande procura através de mecanismos de busca (vulgo Google), estarei republicando esse artigo dividido em partes (até porque existem partes não acabadas), cada parte descrevendo um conceito geral do que representou cada versão do sistema operacional. Windows 1.0 Tudo começou em 1981, quando chegou às lojas o primeiro IBM PC, uma poderosa máquina de 4.7mhz, 64(KB!) de RAM e um drive de disquete de 160KB. Já havia sido lançado em agosto o MS-DOS, sistema operacional encomendado pela IBM à empresa recém-criada por Paul Allen e Bill Gates, a Microsoft Corporation.

Disassembling the array operator

Jun 22, 2007 2 min.

Arrays are fascinating in C language because they are so simple and so powerful at the same time. When we start to really understand them and realize all its power we are very close to understand another awesome feature of the language: pointers. When I was reading the K&R book (again) I was enjoying the language specification details in the Appendix A. It was specially odd the description as an array must be accessed:

Introdução ao Debugging Tools for Windows

Jun 20, 2007 6 min.

O WinDbg é uma ferramenta obrigatória em uma das minhas mais divertidas tarefas aqui na Open: engenharia reversa de cavalos de tróia. Não tenho o código-fonte desses programas, não posso executá-los em minha própria máquina e não consigo fazer tudo que preciso usando apenas o depurador integrado do Visual Studio (como remontar o _assembly _do programa, por exemplo). Tudo isso faz do WinDbg a alternativa perfeita (senão uma das únicas). É um depurador que permite ser usado tanto através de **janelas quanto através de comandos**, o que permite um aprendizado em doses homeopáticas: comece com as janelas e aos poucos ganhe o controle total.

A inteligência do if - parte 1

Jun 18, 2007 2 min.

No nível mais baixo, podemos dizer que as instruções de um computador se baseiam simplesmente em cálculos matemáticos e manipulação de memória. E entre os tipos de manipulação existe aquela que muda o endereço da próxima instrução que será executada. A essa manipulação damos o nome de salto. O salto simples e direto permite a organização do código em subrotinas e assim seu reaproveitamento, o que economiza memória, mas computacionalmente é inútil, já que pode ser implementado simplesmente pela repetição das subrotinas.

O bom filho à casa retorna

Jun 15, 2007 2 min.

Depois de seis meses blogueando em um novo domínio, que seria totalmente focado em C++, descobri que não consigo viver escrevendo apenas sobre a linguagem em que programo. Não é que falte assunto. Simplesmente meu dia-a-dia nunca se resume apenas em regras de sintaxe e erros de compilação. Por outro lado, aprendi muitas coisas novas desde o começo desse ano. Decorei novos comandos do Windbg, novos atalhos no Google Reader. E fiz outras tantas coisas novas também.

Sobre a BitForge

Jun 15, 2007 1 min.

A BitForge é uma empresa de especialistas em software que já ajudou dezenas de empresas a alcançar seus objetivos. Nós podemos fazer o mesmo por você desde a concepção, estudo de viabilidade e escolha de tecnologia até a solução de problemas de produção, como performance insuficiente ou bugs intermitentes. Se sua empresa precisa de um apoio na área de software para plataformas Windows e Linux (*nix), nós podemos ajudá-lo. Nosso foco é oferecer consultoria e suporte especializado para ajudar sua empresa com problemas técnicos que parecem insolúveis.