Projeto Aluno

Mar 21, 2018

Observar um estudante de computação (qualquer curso) lutando nos primeiros meses para conseguir fazer seus programas compilarem em C é um misto de emoções. É uma mistura entre risos, risadas e gargalhadas. Há vários motivos para isso, mas o principal, o que vem à minha mente sempre que isso acontece, é a eterna questão: por que a pessoa encontra fórum de programação para perguntar sobre variável mas não consegue ler duas páginas de um livro?

Essa questão está intrinsicamente ligada ao fracasso completo do sistema de ensino (qualquer nível), que no caso de programadores, se proliferou em diversas faculdades caça-níqueis porque “este é o mercado onde se ganha bem”. Ninguém questiona por que se ganha bem neste mercado. É só fazer uma faculdade e o dinheiro começa a fluir. Negócio certo.

Mas quando a primeira variável começa a dar problema, o desespero bate na bunda. “Por que esse programa não está funcionando?”, “Eu só queria resolver isso e voltar pra internet”, “Que droga, chegou a data limite e não sei de quem posso copiar”, “Por que esse exemplo que peguei sei-lá-de-onde está dando esse erro que nunca vi na vida?”.

“O que é UB? Universidade do Brasil?”, “Tá ficando mais complicado ainda; vou pesquisar pra ver se acho o email desse tal de Goku.”, “Já sei, vou mudar de IDE! Isso, sim, vai resolver meu problema.”

“Ah, não. Textão ninguém aguenta!”, “TL;DR”.

Projeto Aluno, by Wanderley Caloni. 2018-03-21.