A Economia do Amor

Wanderley Caloni, escrito para Cinemaqui, 2016-11-21.

A Economia do Amor, trocadilhos à parte, é também um filme econômico em sua produção. E é quando a arte encontra os benefícios da crise europeia, tanto no assunto quanto no orçamento. Aliás, os filmes franceses atualmente parecem estar centrados na questão das finanças das famílias, no desemprego e no valor humano. Este fala sobre o processo de separação de um casal, paralisado momentaneamente por falta de dinheiro, talvez o mesmo dinheiro motivo que iniciou o declínio da relação.
draft movies cinemaqui discuss