A Ressaca

O primeiro filme inspirado em "Se Beber Não Case" é esse Ressaca, que poderia se chamar "Se Beber, Não Viaje no Tempo". Além das referências óbvias e bobinhas a De Volta Para o Futuro e Cia, o filme diverte em alguns momentos, mas se perde demais nas premissas. Aliás, a premissa não é nada original: a trupe viaja no espaço para salvar o amigo potencial suicida e incidentalmente viajam no tempo também. Primeiro eles vão para onde costumavam se divertir na adolescência e acabam enchendo a cara em uma banheira ao ar livre que se revela ser uma máquina do tempo com a adição de um "ingrediente ilegal" de um energético russo (sim, tem que haver alguma explicação, por mais absurda que seja).

Por algum motivo idiota (seguindo os passos do Efeito Borboleta) eles decidem que devem imitar os mesmos passos do passado, o que soa desanimador, pois a premissa parecia mais interessante pela possibilidade deles fazerem coisas mais inteligentes do que fizeram há 20 anos atrás, sem experiência alguma. Infelizmente, a premissa também estabelece o grupo como idiotas, exceto o mais jovem sem a experiência suficiente para torná-lo um idiota de carteirinha.

Algumas cenas parecem entrecortadas; alguma coisa merecia acabar no chão da sala de montagem para evitar algumas passagens confusas do roteiro. A referência ao De Volta para o Futuro é tosca o suficiente para ser engraçada.

Existe uma empolgação toda vez que o recepcionista do hotel parece que vai perder o braço (ele não possui um dos braços no "presente"), o que torna a experiência um pouco parecida com "Todo Mundo em Pânico", o que é uma pena. Mas não deixa de ter sua graça, especialmente porque quem vibra com isso é o mais idiota do grupo. Além de ser "tocante" que é ele que salva o grupo inteiro de cair do telhado com a ajuda do braço que iria lhe faltar em breve.

Depois de copiar as premissas de De Volta para o Futuro ele copia A Máquina do Tempo, pois um dos personagens, por exemplo, não consegue não terminar com uma garota que havia terminado (e não consegue evitar de machucar o olho), enquanto seu colega também não consegue evitar de levar uma surra sozinha de um grupo, pois esperava encontrar os amigos no acerto de contas.

O senso de ridículo se ausenta por breves momentos, como na referência à Bilho Eterno, sem nenhum ganho para a narrativa, ainda mais considerando que Cusack não consegue convencer como o emocional do grupo.

Wanderley Caloni, 2010-09-10

movies discuss