Amor, Plástico e Barulho

2015-01-08

Este ainda é um rascunho publicado prematuramente e está sujeito a mudanças substanciais.

“O sucesso é um copinho de plástico bem vagabundo”, diz Jaqueline, uma dançarina de música brega rumo à decadência. O copinho dela já foi usado por um certo tempo e está prestes a ser jogado fora, mas olhando para sua intérprete, a ótima Maeve Jinkings (O Som ao Redor), o que vemos é um misto de desespero e ousadia pela vida nos palcos. Esse copinho, por mais descartável e efêmero que seja, contém uma substância altamente viciante.

A crítica completa foi escrita para o site CinemAqui. Você deve encontrá-la pesquisando por lá.

link cinema draft movies cinemaqui