Antes do Pôr-do-Sol

2012-01-03

Este ainda é um rascunho publicado prematuramente e está sujeito a mudanças substanciais.

A continuação do terno romance de um dia entre Jesse e Celine é assinada não apenas pelo diretor Richard Linklater, mas também pelos próprios atores Ethan Hawke e Julie Delpy, o que dá o tom de filme casual que tenta fechar um arco iniciado nove anos atrás, usando o mesmo espaço de tempo entre os lançamentos dos filmes.

A história começa em uma tarde em Paris, quando o agora escritor Jesse dá sua última entrevista após uma turnê pela Europa. A descrição da história de seu livro, que obviamente é sobre o filme anterior, já entrega as pistas para ligarmos acontecimentos passados e presentes, quando Jesse volta-se a encontrar com Celine.

Mais uma vez usando de diálogos que soam naturais aos dois personagens e a nós mesmos, essa nova tarde junto do casal acaba se tornando uma belíssima extensão das conversas filosóficas sobre a vida e o universo, mas principalmente do processo de amadurecimento e vivência de ambos, agora com opiniões mais amarguradas, mas nem por isso menos fascinantes. Além do mais, o longa não precisa que o espectador tenha assistido ao primeiro filme, mas enriquece com este, ou melhor dizendo, a maneira de encarar Celine e Jesse mudam dependendo se nos lembramos ou não de suas versões mais jovens. Nesse sentido, o filme acerta mais uma vez evitando flashbacks expositivos e permitindo que enxerguemos o passado pelo filtro da vivência de ambos, o que soa muito mais enriquecedor por dar abertura a interpretações diferentes de cada um.

Com uma entrega incondicional de Ethan Hawke e Julie Delpy, as interpretações envelhecidas de Jesse e Celine nos permitem lembrar de ambos mais jovens e ao mesmo tempo perceber as mudanças que podem ocorrer com o tempo, mesmo que o cinismo (agora refinado) de Jesse constate que, no fundo, as pessoas não mudam, mantendo sua essência por toda a vida.

Ironicamente, torcemos pelo mesmo, permitindo que o casal se encontre novamente mais vezes, e permita que experimentemos a beleza de compartilhar nossas vidas com o próximo, não importando que isso se resuma a uma bela tarde em uma cidade qualquer.

link cinema draft movies