As Duas Inglesas e o Amor

Truffault é o amiguinho do Godard e ambos criam os filmes franceses mais chatos da história quando querem criticar algo sem o bom humor. E o bom humor falta em As Duas Inglesas e o Amor, quiçá um dos melhores filme do diretor, que brinca com o conceito literário e as diferenças culturais de dois povos tão próximos fisicamente quanto distantes moralmente. Há algumas reviravoltas que nos acordam por alguns minutos, mas a sensação é pertencer a um dos sonhos que são os filmes do diretor russo Andrei Tarkovsky sem a introspecção nem a filosofia. Um drama barato, novelesco, cartunesco e vazio de alma. Em suma: um trabalho mais francês, do niilismo insuportável, que inglês, de um humor sagaz e espirituoso.

Wanderley Caloni, 2022-06-25 21:50:15 -0300

movies discuss