Atentado ao Hotel Taj Mahal

Wanderley Caloni, escrito para Cinemaqui, 2019-04-24

O que mais impressiona em "Atentado ao Hotel Taj Mahal", um thriller biográfico tenso, pesado e claustofóbico, é que apesar (ou por causa) de toda a brutalidade que vemos na tela, causada por diferenças culturais e conflitos políticos, aos poucos nele emerge um senso de humanidade que é livre de gênero, nacionalidade, posição social ou dinheiro. Quando pessoas estão à beira da morte é o momento em que surgem os heróis anônimos, seja em pequenos atos, como manter um bebê no colo todo momento ou tentar tranquilizar uma mulher inconsolável com um uísque 20 anos, ou em verdadeiros exemplos de hombridade, como se manter fiel ao comprometimento de um trabalho, mesmo que para isso seja necessário deixar de lado os valores mais sagrados que se tem em vida.
draft movies cinemaqui discuss