Batman: O Cavaleiro Das Trevas

2019-03-29 · 3 · 461

Este ainda é um rascunho publicado prematuramente e está sujeito a mudanças substanciais.

The Dark Knight fala sobre o caos, mas é dirigido por um diretor tão sistemático que esse caos está meticulosamente definido em 50%. O diretor e roteirista Christopher Nolan é o Duas Caras do cinema. Sua outra cara é seu irmão, Jonathan Nolan, que co-escreve aqui o roteiro e consegue nos entregar um material redondo, polido, com toques góticos que nos remetem ao universo consolidado de Batman e que Nolan diretor realça com seu diretor de fotografia com o negro brilhante desta trilogia. E Heath Ledger, o ator que faz o vilão Coringa, esse sim, é o verdadeiro caos que o filme precisava para se tornar a referência que temos de uma adaptação dos quadrinhos bem feita. Aprende, Marvel.

Ou não aprende. Talvez o defeito das adaptações dos quadrinhos esteja em sua fonte, que nunca foi madura o suficiente para abarcar histórias adultas, preferindo se manter naquele clima colorido e Star Warsiano que nerds, eternos pós-adolescentes, se indentificam, curtem e compartilham. Ao mesmo tempo as graphic novels tentaram avançar o gênero dramático em cima da fantasia dos quadrinhos, onde conseguimos vislumbrar no Cinema ótimos conteúdos como Watchmen e Sin City, mas esses são apenas exemplos raros que ocorrem de vez em quando. Lembre-se que estou usando os geradores de bilheteria como parâmetro porque esses filmes são necessariamente blockbusters, precisam de dinheiro pesado investido para os efeitos. E no caso da trilogia dos Nolan, precisa de um elenco de primeira categoria.

Apesar do tom realista e pesado, TDK tem suas raízes na fantasia do bem contra o mal. Sem isso não haveria filme e não haveria o momento icônico onde um Batman seguidor de um código moral não atropela um maníaco de cara pintada cujo único objetivo é ver o circo pegar fogo. Porém, o filme deixa muito claro através da figura trágica de Harvey Dent que nem sempre a verdade é bela e moral, e nem sempre, portanto, a verdade deve ser vista por completo pelo povo que elege a força que os protege. Os filmes de Nolan não falam muito sobre os cidadãos honestos de Gotham, mas acredita-se que eles são o cidadão médio americano, sem muita visão crítica e mais interessado em ter uma cidade limpa a qualquer custo do que ser justo ou humanitário. Nesse sentido Batman é, assim como RoboCop ou Tropa de Elite, a boa e velha fórmula “fascista” onde o bem não é feito sem violar as regras do jogo.

E é por isso que a moral nesse filme é uma fina camada de gelo que pode arrebentar a qualquer momento. Basta um Coringa aparecer e colocar tudo abaixo. É uma fantasia divertida de se ver no Cinema, mas você acha realmente que as pessoas em um barco prestes a explodir pensariam mesmo no próximo?

The Dark Knight (United States, United Kingdom, 2008). Dirigido por Christopher Nolan. Escrito por Jonathan Nolan, Christopher Nolan, David S. Goyer. Com Christian Bale, Heath Ledger, Aaron Eckhart, Michael Caine, Maggie Gyllenhaal, Gary Oldman. · IMDB · Letterboxd · More Details · cinema · draft · movies · Twitter ·