Bem Vindos Ao Mundo

2017-10-22 · 2 · 271

Este ainda é um rascunho publicado prematuramente e está sujeito a mudanças substanciais.

Kristen Wiig é uma mestre da comédia física. Aqui ela faz uma protagonista bipolar que ganha na loteria e escala rapidamente seu distorcido mundo em uma versão com muito dinheiro. É possível dar boas risadas de sua performance, que consegue não apenas convencer, mas deixar uma pulga atrás da orelha: esta é uma comédia ou um drama?

E é justament essa pulga que diminui os resultados do filme do diretor Shira Piven, que através do roteiro de Eliot Laurence realiza um filme de humor negro que nos faz a todo momento buscar alguma moral nisso tudo. Qual a bússola moral ao vermos a personagem de Wiig se humilhando em público e demonstrando seu egocentrismo exarcebado e todos os seus tramas da infância e adolescência, se sabemos que ela já possui sérios problemas psicológicos?

A pegada do filme é fazer-nos crer que essa história é possível de acontecer, quando um estúdio de televisão em apuros aceita o cheque milionário de Wiig, que, morando em um cassino, não parece ter nenhum outro objetivo na vida senão uma versão egocêntrica de Oprah para se exibir. O problema é que um programa ao vivo não seria uma necessidade, ou aparentemente não há motivos para tal, o que torna suas premissas fracas demais para comprarmos a ideia.

Ainda assim, as ideias bizarras de programas consegue entreter por mais tempo do que normalmente deveria graças à performance física de Wiig. Ela possui expressões que ainda precisam ser estudadas, e movimentos de mão com uma falta de sincronismo simplesmente hilária. O filme é dela, e ela é o grande trunfo. Todo o resto é de morno a pior.

Welcome to Me (United States, 2014). Dirigido por Shira Piven. Escrito por Eliot Laurence. Com Kristen Wiig, Wes Bentley, Linda Cardellini, Joan Cusack, Loretta Devine, Jennifer Jason Leigh. · IMDB · Letterboxd · More Details · cinema · draft · movies · Twitter ·