Black Mirror S05 E01 Striking Vipers

Wanderley Caloni, 2019-06-10.

Black Mirror S05 abre com uma história de broderagem filmada em São Paulo, Brazil, lugar do universo onde mais tem broderagem. Pra quem desconhece o termo, é quando você é viado, mas só com seu abiguinho.

O que me incomoda nisso tudo é um episódio de uma hora só pra contar essa história, sem nenhuma moral ou sentimento mais profundo. A série que alertava para os perigos da tecnologia vai pro caminho da putaria, mas em um conteúdo 18+ parece desenho de menininha perto do Love, Death + Robots.

Uma curiosidade é que ela foi em boa parte realmente filmada em São Paulo, nas externas, então vemos seus personagens andando pela metrópole. Temos o apetrecho de realidade virtual e basicamente é isso.

Esse é o episódio mais útil do Black Mirror, pois ensina as fabricantes de lava-louças a instalar um sistema que avise o usuário para ele enxaguar os pratos e arrumar os talheres de forma segura antes de colocar na máquina. Tirando isso, não vi muita vantagem não. Alguém vai dizer: esses filmes no Brazil são uma merda, mesmo. Até Black Mirror no Brasil é uma merda.

Falando sério, a ideia de como a mente e o corpo poderiam reagir se estivessem trabalhando em uma simulação onde você é de outro gênero é interessante por si só, mas o desenvolvimento do episódio tem sérios problemas de lógica e simplificação que nos afasta, nos fazendo lembrar que a série morreu no Reino Unido, e o corpo está em movimento porque a Netflix está dando choques. Mas ele continua morto.

draft series discuss