Casinha no Mato 2022-01-31 [trips] Esta casa é realmente charmosa e bem isolada. Tivemos bons momentos lá. Houve alguns percalços na hora de chegar por conta das chuvas, mas dá pra imaginar que sem chuva a estradinha de terra seria muito mais tranquila. Algumas subidas perto do final merece atenção redobrada do motorista. Em caso de trecho com muitos buracos siga pelas pedras que houver e mantenha sempre em primeira marcha sem diminuir a velocidade nem acelerar muito rápido.
Casa na Praia 2022-01-31 [trips] Dá pra perceber que a casa é muito bem cuidada e bem equipada para servir de estadia no litoral, como duas sanduicheiras na cozinha e ventilador de teto em todos os cômodos, além de vários colchões sobressalentes. Não é uma residência nova, mas muito bem cuidada e charmosa. Quem nos recebeu (esqueci seu nome, desculpe) foi muito simpático e nos apresentou toda a casa, como sair do prédio, etc. Os móveis são antigos e dão uma sensação de estabilidade.
J A Passeios 4x4 em Capitólio 2021-12-07 [trips] O desânimo de uma viagem que precede a glória. Chegamos em Capitólio e dois dias seguidos uma chuva chata que impedia qualquer ideia de passeio. Então minha esposa entra em contato com esse serviço de rolês 4x4 e o tempo muda. Domindo de sol chegando, agendamos com eles para conseguir chegar nos pontos onde um carro comum sofre. Ela havia visto um serviço mais barato, mas optamos por esse pelos inúmeros reviews e o Instagram atualizado.
Monte Verde 2019 2019-12-10 [trips] Monte Verde como cidade turística é bem cara, pois fica do lado das cidades do interior de São Paulo para onde boa parte da classe média da capital migrou. O foco turístico dessa região fica nessa cidadezinha encrustada entre os montes que dividem o Sul de Minas com o estado paulista. Todo o resto do gigantesco município de Camanducaia, suas cachoeiras e paisagens mais distantes, segue ignorado pelos que vêm de fora, mas não pelos locais.
Califórnia, 2018 2018-12-30 [trips] Vale a pena fazer uma viagem aos EUA nessa época de 4 temers pra um trump? Er... financeiramente não. Mas como o timing é tudo e é preciso conhecer pelo menos uma vez na vida, e experiências são melhores que coisas, eu diria que vale, sim. Vivenciar outra cultura, valores, como as coisas funcionam de forma diferente, etc, acaba se pagando com o tempo. E no caso dessa viagem feita a carro com um casal de amigos, algo que não costumamos fazer, foi uma outra novidade que valeu a pena ter vivido.
Salta, 2018 2018-07-04 [trips] A região de Salta é menos conhecida pelos amantes de vinhos argentinos, mais acostumados a Mendoza e suas ruas paradisíacas em pleno deserto. Mas Salta tem outro espírito, mais nativo, e mais charmoso, que revela como a Argentina, como todo país, é um aglomerado artificial de diferentes povos e culturas, e como o vinho, feito em um solo impossível de dar vida à uva, expressa a alma de suas gerações.