Com Todo Meu Hipotálamo

Wanderley Caloni, escrito para Cinemaqui, 2018-10-26.

Se há uma coisa que Com Todo Meu Hipotálamo nos ensina é que o ser humano não pode viver sem a beleza. E não se trata dessa beleza abstrata, pós-moderna, localizada em privadas sanitárias espalhadas em museus que sistematicamente ofendem nosso senso estético. De jeito nenhum. A beleza que o filme trata é a mais simples, pura, instintiva: a mulher desejada. Ela pode ser desejada por ser voluptuosa, linda de rosto, jovem, se veste bem ou todos juntos.
draft movies cinemaqui discuss