E Aí, Meu Irmão, Cadê Você?

Wanderley Caloni, 2020-04-07

Irmãos Coen e seu amor pelo folclore americano. E suas músicas. É época da Depressão e eles juntam com a Odisseia de Ulisses e várias músicas regionais.

George Clooney diverte, mas ele está em muito melhor companhia pelos coadjuvantes. Especialmente o alívio cômico. Há várias participações especiais, e uma das melhores é do dono da gravadora, e o pior de John Goodman. Essas pessoas vivem caricaturas marcantes por segundos e nesse pouco tempo criam cenas memoráveis, que vão para a coleção dos grandes momentos da cinegrafia dos cineastas.

A seleção musical tem alguns clássicos em uma produção de primeira linha, feito como um musical. O destaque fica para o tema principal, que faz os "Sonny Boys" famosos em vários estados. Lembra muito o que os diretores farão em Inside Llewyn Davis.

Algo que incomoda o filme inteiro é essa fotografia com cores drenada, como um livro amarelado que existe na imaginação humana coletiva das aventuras fantásticas. Não é preciso ser letrado para entender a mensagem, que é fácil porque é profunda.

Mas da metade para o final fica claro que eles não amarraram bem a trama. Alguns momentos soam gratuitos, como a disputa eleitoral e a aparição de KKK. A mensagem se perde, e o humor tão bem dosado soa exagerado e sem sentido.

movies miniviews