E se Vivêssemos Todos Juntos?

Este é um rascunho e está sujeito a mudanças.

"E se todos vivêssemos juntos" parte do princípio que se eu apresentar as características que definem cada um dos simpáticos velhinhos que protagonizam essa comédia poderia me livrar de qualquer compromisso narrativo e simplesmente criar situações engraçadas, livre das amarras de discutir uma questão importantíssima na Europa de hoje: a terceira idade se tornando uma maioria ativa e, se bobear, economicamente mais ativa.

O que não evita que o filme se torne uma experiência leve e agradável. O elenco formado por ícones como Geraldine Chaplin (Chaplin, Dr. Jivago) consegue arrancar risadas apenas aparecendo na tela, extravasando e exagerando seus caricatos personagens, expondo simultaneamente seu melhor e pior. Se não há na história aspirações melhores do que ser engraçadinho, ao menos temos um filme engraçadinho com charme.

draft movies