Em Segredo

2020-04-12 · 2 · 240

Este ainda é um rascunho publicado prematuramente e está sujeito a mudanças substanciais.

Bósnia pós-guerra. Uma mãe solteira e sua filha pré adolescente ligeiramente problemática. Uma mescla entre a realidade e o romance centenário de Émile Zola. Turno duplo, esta mulher de meia-idade busca apenas conseguir dinheiro para que sua filha possa viajar em uma excursão da escola. A felicidade desta mãe é apenas a de sua filha. Seu marido morreu na guerra, é conhecido como mártir em uma sociedade ainda em reconstrução. Uma sociedade quebrada, fragmentada, com cicatrizes aparentemente irrecuperáveis.

Parece uma história clichê de países do Leste Europeu, mas a atuação das duas compensa e muito E a direção de Charlie Stratton escolhe momentos diferentes em cena que nos dão uma visão mais íntima do que se passa na mente dessa mulher comum e trabalhadora que quer apenas a felicidade da filha. Ela está apenas construindo o futuro dela, da geração que vem, enquanto tenta se reconciliar do seu passado. A ponte entre as gerações é quando ambas cantam, na última cena. Perceba essa transição e perceberá o filme inteiro.

Não é um filme empolgante, mas é um drama hipnotizante. Nós simplesmente não conseguimos tirar os olhos dessa história que soa tão natural que é a própria naturalidade dessas duas que cativa nossa atenção. Em uma sociedade traumatizada e tornada pobre pelas mazelas da guerra, nós queremos um lugar ao sol para todas as pessoas que vemos no filme que batalham por um dia melhor. E para esquecer. E para relembrar.

In Secret (Serbia, Hungary, United States, 2013). Dirigido por Charlie Stratton. Escrito por Émile Zola, Neal Bell, Charlie Stratton. Com Elizabeth Olsen, Oscar Isaac, Tom Felton, Jessica Lange, Shirley Henderson, Matt Lucas. · IMDB · Letterboxd · More Details · cinema · draft · movies · Twitter ·