Enrolados

2011-01-30

Este ainda é um rascunho publicado prematuramente e está sujeito a mudanças substanciais.

A história clássica de Rapunzel é recriada com o novo senso se humor Disney/Pixar, em que o príncipe é um ladrão procurado, e a frágil princesa não é tão frágil assim. Temos aí os mesmos elementos que tornaram a Disney tão amada pelas crianças e adultos: números de música inspirados (com destaque para o bar do patinho) e uma história sem muitos conflitos e um final feliz.

Uma fotografia aprimorada, que dá a iluminação adequada em todas as cenas (claras e escuras). Uma dublagem duvidosa do príncipe – versão brasileira –, mas competente dos outros personagens, com destaque para a madrasta da princesa.

Algumas cenas forçadas, que tentam livrar a cara do roteirista que chegou em situações um tanto difíceis de sair: a princesa precisa se lembrar dos seus pais para se livrar de sua madrasta, e as gotas de lágrima dela são curadoras tanto quanto os cabelos.

Destaque para a movimentação dos personagens e suas expressões, uma marca Disney, mas ainda cada vez melhor. A cena dos balões é a mais emocionante, e tem uma equiparação com a da morte do vagalume no trabalho anterior (A Princesa e o Sapo), embora Enrolados seja muito superior em termos de narrativa.

link cinema draft movies