Era uma Vez na Anatolia

2020-06-22

A fotografia cria um personagem à parte com suas luzes de diferentes tons enquanto essa trupe de três veículos cruza os pequenos vales de uma região remota e perigosa na Turquia.

Um fato curioso, para não dizer hilário, é que o diretor, Nuri Bilge Ceylan, é colocado contra a parede em uma entrevista em Cannes, em que o entrevistador precisa fazer a pergunta da cartilha comunista sugerindo que um dos temas do filme é sobre os “homens poderosos e com dinheiro”. O entrevistador leva umas pequenas e boas palmadas quando o próprio diretor explica que são burocratas do governo em cidadezinha de província e seus conflitos refletem parte do que ele viu com seu pai, que também era um burocrata em uma cidadezinha.

Ceylan também diz na entrevista se sentir desmotivado com o cinema atual, não se considerando ele próprio um cinéfilo, pois não gosta de todos os tipos de filme, e não acha que Cannes ou outros eventos sejam lugares que representem muito a arte. Ceylan entende que os filmes de hoje em dia tentam chamar a atenção do espectador de todas as maneiras. Ceylan, é preciso dizer, tem minha total, incondicional, compaixão e compreensão.

Este elenco funciona tão bem, e não é de atores muito bons. É a luz que incide em cada um deles que determina em boa parte suas personalidades e humor, e esse cinema que foge das convenções narrativas para contar não sobre a história, mas as circunstâncias em que ela ocorre, delineia o resto dos conflitos entre essas pessoas. A sinopse oficial é sobre um assassinato, mas na verdade nem é sobre uma investigação de fato, mas como o trabalho e a rotina dado a cada um deles os mecaniza no nível de detalhes bem sutis, e como é condenável que em meio a tudo isso cada um deseja conseguir verba para seu próprio projeto de poder.

Por outro lado alguns elementos não ornam apesar de belos. A bela menina que chama a atenção de todos pode ser uma isca para o que acontece no final do filme, mas as conexões temáticas são soltas demais para fazer muito sentido. De qualquer forma, boa a tentativa de trazer algo mais para o cinema. Melhor ainda não se preocupar com a duração desse projeto.

link cinema movies