Erin Brokovich

O momento de Julia Roberts brilhar e fingir ser uma atriz de talento é esse filme. Ela está ótima, oscarizável (ganhou inclusive) e possui falas bonitinhas. A história baseada em fatos é sensacional, mais do que o filme, que é um Soderbergh menor, que quer ser intimista sem perder o tino comercial. Tem ótimos momentos do elenco, mas o processo judicial se arrasta por mais de duas horas. Assisti no cinema em um sábado na hora do almoço com a sala vazia e não esperando nada e foi uma viagem do bem. Reassisti agora na Netflix e vejo com olhos saudosistas dos anos 90. O figurino de Erin e os enquadramentos de sua bunda e peitos são um plus. Quem resiste àquele sorriso maroto? Nem Richard Gere.

Wanderley Caloni, 2021-06-28 21:24:00 -0300

reviews draft movies discuss