Fazenda São João

2020-06-13

A torra foi feita na quinta, quarto dia de junho, e eu recebi na noite de segunda e foi o café da manhã da terça. Moído na hora para coado, vinte e poucos gramas, e passado na Aeopress com cerca de um minuto de infusão, seguindo da já tradicional virada antes de abaixar o êmbolo, este café ultra-fresco trouxe para mim, diferente de sua ficha, notas cítricas, lembrando limão. O sabor com certeza é tânico, algo que adoro e que me traz um vício desgraçado. O amargor desta torra média é equilibrado e seu corpo é quase médio.

link blog coffee