Fechado Para Reformas

2020-05-19

Quase três mil posts durante quinze anos nessa vida de blogue e percebo que chegou a hora de atingir a maioridade. Escrever um rascunho e publicá-lo na internet não me torna melhor escritor que qualquer YouTuber de primeira viagem que não edita seu conteúdo ou tuítes que simplificam o pensamento humano de tal forma que ele parece totalmente válido ou inválido. Perde-se as nuances. A voz do autor fica solta demais para ser relevante nesse mar de informação que nos afogamos todos os dias (e noites).

Para me tornar um escritor profissional eu devo revisar. Revisar é o que irá extrair valor dos meus textos. Brutos como estão nem eu consigo mais enxergar a virtude de escrever. O conteúdo não é nada se não for seguido pela arte da composição. E essa arte só se conquista compondo, lapidando, com o esforço de conseguir acabar uma obra com esmero e excelência, e ainda que não se consiga por completo esse é o caminho a ser seguido.

Portanto, coloquei todos meus textos antigos para revisão, e os novos nascem no repositório como rascunhos, o que quer dizer que o texto não aparecerá em sua primeira versão no blog. O bebê não está pronto ainda. É durante a gestação que ele irá ganhar corpo e desenvolver sua mente. A edição, além de correções gramaticais, reorganiza o pensamento contido já no rascunho, mas não totalmente consolidado para ser consumido por outro ser humano que não seja o autor.

Escrever é coisa séria. Depois de tanto praticar, acredito que seja a hora de constatar este fato, tirar a poeira das milhares de páginas que já compus e tentar arrumar tempo para me atualizar na arte de criar telepatia para leitores do futuro.

blog essays