From Beijing with Love

2019-08-12 · 2 · 287

Este ainda é um rascunho publicado prematuramente e está sujeito a mudanças substanciais.

Stephen Chow é o ator e diretor de trabalhos como Kung-Fu Futebol Clube e Kung Fusão. Nesta paródia de James Bond, em que ele faz um trocadilho do título original de Moscou Contra 007 (From Russia with Love), é possível identificar vários elementos trazidos dessa união do país do kung-fu com brincadeiras estilo Austin Powers (Mike Myers, 1997). Porém, mais do que isso, o grande legado deste filme é um gif animado em que uma mulher tenta usar uma arma e atira em si mesma duas vezes. Está pronto o meme de como é usar o código-fonte do colega.

Fora isso, o filme é um trabalho inacabado. Há a busca por alguém que roubou o crânio de um dinossauro descoberto na China, mas nunca fica claro quais os motivos desse roubo nem porque Ling Ling Chai (Chow), um ex-agente que se aposentou e agora é cortador de carne de porco, é contratado para resolver o caso. Há alguns double crossing na personagem de Anita Yuen, filha de uma cantora e espiã, e o único traço de humanidade na história é sua dúvida se deveria acabar com a vida do único homem que aparentemente lhe deu atenção nesta vida.

Se não ficou claro até agora, From Beijing with Love é um filme muito ruim. Ele tenta se aproveitar do mundo de invenções esquisitas dos agentes secretos e da reviravolta de que no final das contas Ling Ling Chai é um agente gabaritado, mesmo que use uma machadinha de cortar carne de porco como arma. Porém, se olharmos além de tudo isso, não resta nada. São cenas jogadas uma a uma para atingir a sensação de estar em um filme de espiões sem a necessidade de existir uma trama.

From Beijing with Love (Hong Kong, 1994). Dirigido por Stephen Chow, Lik-Chi Lee. Escrito por Roman Cheung, Stephen Chow, Vincent Kok. Com Stephen Chow, Anita Yuen, Kar-Ying Law, Kam-Kong Wong, Joe Cheng, Pauline Chan. · IMDB · Letterboxd · More Details · cinema · draft · movies · Twitter ·