Harry Potter e o Enigma do Príncipe

Este é um rascunho e está sujeito a mudanças.

Uma tragédia anunciada com todo o ritmo que isso exige. Este é o filme mais caprichado desde Azkhaban. A fotografia é densa, possui a textura do livro e de um épico, vários quadros inesquecíveis pela beleza. Sentimos o livro sendo aberto e lido com os visuais estonteantes e significativos na trama. São tempos sombrios na escola de Hogwarts, e aprendemos isso pelos nossos sentidos, não por diálogos.

Segundo filme do diretor David Yates na saga, ele aprende a controlar o universo que tem em mãos e nos entrega o trabalho mais maduro até então, conseguindo um trabalho que flui pelos eventos como se todos eles de fato importassem, e não apenas como enchimento de linguiça. Soma-se o fato que estamos acostumados com os personagens, e uma nova aventura com Harry, Hermione e Ron é sempre bem-vinda.

draft movies