Jogo Duro

2020-05-04 · 1 · 198

Este ainda é um rascunho publicado prematuramente e está sujeito a mudanças substanciais.

Antônio Fagundes está em todas as pornochanchadas. Está nessa daqui também, que peca por pouca putaria e muitas divagações sociais. Antes mesmo da Ancine já tínhamos que aguentar lenga-lenga pseudo-revolucionário no meio do tchaca-tchaca. Isso, sim, é uma putaria sem vergonha. Pior que isso só uma aula de história.

Para produzir este filme só precisaram alugar uma casa abandonada classe-média nível ninguém-aguenta (tem uma cena com alguns deles, a dondoca fica presa em um banheiro aterrorizante). Fica do lado do Estádio do Pacaembu, zona nobre. O que quer dizer que é uma rua tranquila pra fazer filmagens.

A moça do filme não fala nada. Só faz cara de brava. Pelo menos tem uma hora que se despe todinha. Alguma coisa tem que valer nesse cachê. (Mais tarde faria novelas globais.)

A história gira em torno dessa casa que está para alugar desde nunca e o caseiro (Paulo Betti) que encontra essa senhora boazuda e sua filha morando escondidas por conta do segurança da rua. Um triângulo amoroso se forma e muitas piadas espirituosas do jeito brasileiro de ser.

Se não fosse a mensagem comunista até daria para recomendar este filme para crianças. Ele é engraçado em alguns momentos.

Jogo Duro (Brazil, 1985). Dirigido por Ugo Giorgetti. Escrito por Ugo Giorgetti. Com Márcio Araújo, Paulo Betti, Cacá Carvalho, Carlos Costa, Jesse James Costa, Valeria De Andrade. · IMDB · Letterboxd · More Details · cinema · draft · movies · Twitter ·