Love, Death & Robots: Automated Customer Service

Um futuro estilo Wall-E só com humanos velhos e pets, sendo que pet pode ser um desses cachorros pequenos ridículos ou uma espingarda. As máquinas fazem tudo pelos humanos, inclusive causar um pouco de emoção, como um aspirador se revoltar e sair matando seu dono. É o que acontece nesse episódio da série que une efeitos digitais com histórias curtas e sangrentas ou sexuais (ou ambos, meu preferido).

A nova temporada da série estréia em baixa com uma história requentada de outros carnavais e com efeitos que não nos causa qualquer comoção. Seria até desejável que essa velhinha fosse finalmente assassinada. A série é sobre isso. E ela trai suas premissas. Não há morte. Não há sexo. Só robôs e humanos sem amor

Wanderley Caloni, 2021-05-22

blog draft discuss