Love, Death & Robots: Life Hutch

Você percebe o quanto o pessoal da computação economiza em cenas com movimento de face humana neste tenso, ótimo episódio de Love, Death & Robots. Aqui temos esses dois últimos da equação em uníssono. É a morte da guerra encubada em um container da sobrevivência. Aquele longa-metragem chamado Vida poderia se beneficiar dessa enxuta narrativa.

Mas voltando à face humana, mesmo economizando tempo de tela, nossa capacidade de emular um rosto humano e todos os detalhes sutis captados apenas por nós está melhorando na computação. O ator digital deste curta emula muito bem o que um ator de ação e suspense faria em condições limitadas.

Por outro lado, os movimentos robóticos da máquina de matar são ainda melhores. Fluidas, "naturais", o que esse robô faz aqui é o sonho de todo engenheiro nesse exato momento. Para os engenheiros do ramo militar, uma obrigação.

Enfim, mais um curta de sensações. Tem o nome de David Fincher na produção. Não que signifique algo. As celebridades precisam gastar seu dinheiro de alguma forma.

Wanderley Caloni, 2021-05-22

blog draft discuss