Malma

2020-06-21

Faz um ano desde a última viagem para buscar vinho e conhecer lugares na Argentina. Fomos à Patagônia e conhecemos geleiras, Bariloche e essa vinícola de Neuquen que tem o charmoso rótulo de estrelas e um blend fora do comum. Comprei várias garrafas para envelhecer na minha adega e abri hoje mais uma delas. O teor alcoólico deste 2015 está bem menor que a última, e consigo sentir as frutas negras da região de maneira muito nítida, misturadas com o inesquecível Malbec e as frutas mais suaves, secundárias, seguidas de um ligeiro azedo.

Neuquen era uma região gigantesca de moradia de dinossauros e seu ecossistema do período jurássico. Eles possuem o maior dinossauro completo do mundo em um museu criado em torno dele, ao lado de uma gigantesca planície infestada de pegadas petrificadas em rocha. É impressionante vê-lo de tão próximo e se sentir tão indefeso como estaríamos na época se já existíssemos.

Tudo isso para comentar que existe matéria orgânica no solo. Petróleo. A Petrobrás está por lá. E é nesse solo que também florescem algumas uvas. Malma, Del Fin del Mundo e uma terceira vinícola são as três da capital seguidas de outras menores nas cidades satélites.

link blog wine