Montepulciano

Wanderley Caloni, 2020-10-13

Este vinho italiano "riserva" tem um aroma que começa azedo, subindo logo depois um doce. Por fim, o amadeirado domina, seguido por várias nuances que variam entre o frutado e o maduro. Não é um frutado fresco, pois ele é leve demais para se fazer presente, mas a palavra "leve" aqui depende do paladar de cada um. O corpo deste vinho para mim é médio para forte, e seu sabor bate exatamente com o descrito com o aroma, o tornando um trabalho final equilibrado. Para quem já visitou vinícolas irá se lembrar com ternura das cavas, lugares sagrados onde a madeira está mais presente, pois é lá que estão as barricas. Esse Montepulciano D'Abruzzo da vinícola Torre Cerere é um dos poucos vinhos do velho mundo que vi que há um período de reserva de 24 meses. É obrigatório para um vinho DOC (de origem controlada) que possa ser chamado de reserva fique dois anos descansando, e pelo menos nove meses, o período de uma gestação, em carvalho. Nesse caso ele ficou um ano inteiro em barricas e outro ano em tanques de aço inox. A safra de 2016 que tenho em mãos está no ponto ótimo de consumo. Um brinde à complexidade.

wines