O Feitiço

2019-06-22 · 2 · 233

Este ainda é um rascunho publicado prematuramente e está sujeito a mudanças substanciais.

Um épico em uma pequena história do século 20 no México. Pré-adolescentes descobrindo as delícias do sexo com mulheres maduras. A história econômica e política da região do ponto de vista dos trabalhadores. E tudo isso gira em torno de um suposto feitiço.

Há um fascínio pelo desconhecido, seja uma simpatia de um ancião ou um rádio de onde se ouve vozes, mas a maioria tem que ganhar o dia e está alheia a tudo isso. Este é quase um Baaria do México, que pega um protagonista e através dele passamos por dez anos de História. E que deve ter custado doze vezes menos.

O diretor Carlos Carrera se apaixona pelo conteúdo e alonga o terceiro ato a ponto de vermos o que não queremos e torcer para que acabe no próximo fade. Qual a mensagem? Nenhuma. Mas o filme insiste em se tratar como um épico.

A fotografia é bela, imortaliza cenas com o uso apaixonado das sombras e dos tons que lembram quadros históricos pintados. É um filme plasticamente lindo, que evoca nossos sonhos e desejos em um carrossel de emoções construído com vários personagens. A música, grandiosa, significa que estamos testemunhando um evento único, mágico, e que convém este ritmo solene.

Mas no final das contas este é apenas um filme confuso que tenta abordar temas demais com pouca estrutura, que vai ruindo aos poucos, com o passar dos anos.

Un embrujo (Mexico, 1998). Dirigido por Carlos Carrera. Escrito por Carlos Carrera, Martín Salinas, Marcel Sisniega. Com Blanca Guerra, Mario Zaragoza, Daniel Acuña, Luis Fernando Peña, Ricardo Rentería, Luisa Huertas. · IMDB · Letterboxd · More Details · cinema · draft · movies · Twitter ·