Receita: Pastéis de Nata

2019-06-23 · 3 · 596

Este ainda é um rascunho publicado prematuramente e está sujeito a mudanças substanciais.

Quantidade: 10 a 12 unidades

Ingredientes: 250 gr de leite gordo (leite integral),150 gr de açúcar, 75 gr de água, 30 gr de farinha sem fermento, 4 gemas, 1 ou 2 paus de canela, 3 ou 4 tiras de casca de limão (limão siciliano), cerca de 300 gr de massa folheada (de preferência caseira), canela em pó (opcional), açúcar em pó (opcional). Preparo: com o açúcar e a água ir ao fogo para fazer o ponto de pérola (uns 3 minutos ou menos fervendo as gotas caem da colher grossas e espaçadas), dissolver a farinha com parte do leite para não ganhar grumos e ficar uma pasta ou creme grosso, levar o resto do leite com o limão e a canela ao fogo até começar a ferver, depois comece a juntar com a pasta feita com a farinha aos poucos para não ganhar grumos, retornar tudo ao fogo e mexer sempre com vara de arame (a que usa pra bater clara em neve) até engrossar, vá colocando o açúcar em fio mexendo sempre com a vara de arame, espere esfriar por uns dez minutos e use parte do creme para incorporar às gemas para não cozinhá-las, depois junte tudo para incorporar as gemas ao creme e passe por uma peneira e descartar as cascas, canela e grumos que possam ter formado, pegue a massa e abra em um retângulo com 3 a 5 milímetros de espessura, enrole, polvilhe com um pouco de água e enrole em um plástico antiaderente ou pano levando ao congelador por uns dez minutos, depois corte esse rolo em pedaços de 2 a 3 centímetros e coloque cada um de pé dentro da forminha, usando o polegar para abrir e água para não grudar nos dedos, leve as formas ao congelador por cinco a dez minutos e depois encha-as com o creme até 3/4 e coloque no forno pré-aquecido na máxima temperatura (250/300 graus), retirando em 10 a 15 minutos ou quando começar a surgir marcas de queimado em cima, por fim, opcionalmente, polvilhe com canela ou açúcar em pó.

  • 2019-06-23 Acertos da minha segunda vez: não mexi o leite, usei raspas de limão Taiti, joguei o açúcar em fio (demora) com o fogo desligado, deixei o açúcar em ponto de pérola (jogando na água fria é quando a gota não se desfaz, ficou viscoso e bem lento para cair, e ao cair em um fio absurdamente fino), retirei a massa no momento em que fui manipular sem untar a mesa, quando fui colocar as gemas a solução já estava fria, medi 12cm para enrolar a massa (metade da receita daria 6 pastéis de 2cm cada), não molhei as forminhas. Os erros: coloquei na forma que esquenta muito e na parte de baixo, acabou queimando a massa antes de queimar a parte de cima do creme. Maior acerto: a consistência da massa interna se manteve cremosa (começou a cozinhar nas beiradas). Da próxima vez posso retirar antes ou colocar na parte de cima ou usar uma forma que esquenta menos; de acordo com a Mitiko, a única variável que falta acertar é a temperatura (de acordo com ela ficou mais leve que da doçaria portuguesa).
  • 2019-06-19 Erros da minha primeira vez: mexer o leite antes de ferver, usar cascas de limão Taiti e não Siciliano (ficou verde), cozinhar as gemas (tinha que esfriar mais o creme), passar do ponto de pérola no açúcar (ficou duro, tive que aquecer no microondas para usar), retirar a massa antes de manipular, enrolar muito fino (ver quantos pastéis deve fazer e ajustar tamanho), molhar as forminhas.
· blog · draft · food · recipes · Twitter ·