Queer Eye

Wanderley Caloni, 2020-10-04

Esta série sobre pessoas aumentando a auto-estima das outras com dinheiro, atenção e serviços profissionais foi idealizada pela produtora Netflix e por isso está assinado com sangue gay. É sobre cinco fabulosas bichas que são habilidosas, cada uma com seu expertise. Design de interiores, gastronomia, roupas, auto-ajuda e maquiagem. Tudo em um pacote que busca pegar uma pessoa "da plateia" que esteja "marginalizada socialmente". Nem sempre, mas é preciso ser a maioria. Para a assinatura do programa, claro.

Depois de não sei quantas temporadas ela tem convergido para forçar o espectador a se emocionar com essas histórias e incutir consciência social, mas falta substância, e acaba virando enlatado demais. É extenso e não se transforma. Permanece o mesmo, ainda que pareça ter sempre uma novidade a cada episódio. Não tem. Assim como Chef's Table, é o formato que importa mais que a substância. Mas é bem queer essa maneira de ver o mundo.

series reality miniviews