Shinya! Tensai Bakabon

Essa continuação de uma série curta de anime dos anos 70 acompanha uma família em torno do inquieto pai Bakanon. O primeiro episódio é uma espécie de homenagem metalinguística ao original, o que deve ser melhor para quem conhece a fonte. Para quem chegou agora como eu é metade engraçado: a metade que não depende de referências passadas.

O pai quer mudar detalhes no anime para que seja uma nova estréia completamente nova. Então ele muda o bigode, o corpo, o gênero. Ele troca o filho por um transeunte, e o filho e seus cinco irmãos gêmeos produzidos em laboratório viram os transeuntes. Na gana de ser uma celebridade de respeito ele termina tentando fazer seu filho caçula ser preso por tráfico de drogas, pois é o que toda celebridade de respeito deve ter no currículo. Contando para vocês soa mais engraçado que assistindo, porque o ritmo, o tom e a própria referência deslocam a piada para uma espécie de Family Guy de outra dimensão. É caótico demais e se perde na construção.

Wanderley Caloni, 2021-05-15

blog draft discuss