Shocking Blue

2011-11-03

Este ainda é um rascunho publicado prematuramente e está sujeito a mudanças substanciais.

Com um elenco coeso e uma direção segura, o filme holandês da safra do ano passado conseguem empolgar demasiadamente correto em seus 82 minutos de projeção. A única limitação acaba sendo a própria narrativa, que ganha ares despretensiosos, mas que evoca exatamente isso em sua maioria, tornando-se enfadonho, embora nunca desinteressante.

Fazendo jus ao seu nome, a fotografia é competente em elencar funções para as cores (como o próprio azul/frio do título, note isso, em detrimento ao vermelho/quente), e se privilegia de horizontes verdes e floridos das acolhedoras terras da Holanda.

No entanto, o que incomoda acaba sendo a auto-sabotagem de seu roteiro, tão sutil que se desmancha ao menor retoque de seus personagens.

link cinema draft movies