The Battle Over Citizen Kane

2019-08-01 · 3 · 435

Este ainda é um rascunho publicado prematuramente e está sujeito a mudanças substanciais.

Se Cidadão Kane, de 1941, caiu no esquecimento do grande público por tanto tempo, The Battle Over Citizen Kane, de 1996, veio reavivar a fogueira das vaidades de dois gigantescos egos lutando por seu lugar ao sol em uma poderosa Hollywood, palco de contradições desde seu nascimento.

De um lado temos o clássico Tycon do século 19, o herdeiro William Randolph Hearst, figura emblemática que usou sua vida para construir influência, transformando a fortuna de minas de seu pai em um complexo de jornais a nível nacional, lutando à sua própria e controversa maneira para dar voz ao pobre, ao trabalhador, ao imigrante. Derrotado no jogo político, no final vira uma figura excêntrica constituindo um castelo e indo morar isolado com uma dançarina caça-fortunas 30 anos mais jovem, sua segunda esposa.

De outro lado temos a jovem revelação do mundo da arte Orson Welles, com seu poder de persuasão e/ou obstinação intrínsecos à sua socialmente conturbada persona. Welles mal havia completado 20 anos quando dirigiu uma adaptação de Macbeth em Harlem com atores negros improvisado. Estava em seus 23 quando causou um alvoroço no rádio ao transmitir a invasão marciana de A Guerra dos Mundos como se fosse notícia.

Quando Wells pousa em Los Angeles já estamos na metade desde documentário para TV, que é o episódio 7 da temporada 8 da série American Experience, o que não o privou de uma indicação ao Oscar. Assisti-lo focando em quantas informações vitais para compreendermos talvez o melhor e/ou mais importante filme já produzido em solo americano foram obtidas em entrevistas de funcionários dos dois lados é a chave para compreendermos sua importância nos dias de hoje.

Fica extremamente óbvio que o encontro desses dois gigantes da mídia, cada um à sua maneira, mas com várias similaridade em seu modus operandi, seria um evento marcante, ainda que a ordem dos eventos sugira um charmoso elemento imprevisível. Porém, é na análise de suas personalidades que entendemos o encontro dessas vidas como inevitável e até desejável, já que ninguém menos que Wells conseguia ter acesso aos recursos com a liberdade que ele teve. Esta é a primeira e talvez uma das únicas vezes que a um cineasta estreante é entregue carta branca por uma grande produtora.

Sem mais detalhes. Eles estão todos neste documentário vital para qualquer um que queira entender hoje em dia porque Cidadão Kane ainda é tão celebrado por críticos de todo lugar do mundo em vários momentos da História. Também é sua salvaguarda contra a possibilidade de você um dia comentar em uma rosinha de cinéfilos em como este filme preto e branco é chato.

The Battle Over Citizen Kane (United States, 1996). Dirigido por Michael Epstein, Thomas Lennon. Escrito por Richard Ben Cramer, Thomas Lennon. Com William Alland, Thomas Anderson, Peter Bogdanovich, Jimmy Breslin, Richard Ben Cramer, Marion Davies. · IMDB · Letterboxd · More Details · cinema · draft · movies · Twitter ·