Transmatrix

Os irmãos Wachowski hoje são irmãs. Ambos passaram por cirurgias de mudança de sexo. Recentemente, durante entrevistas sobre a produção de Matrix 4, foi comentado por uma delas que o primeiro Matrix era uma alegoria sobre transexualidade.

De fato. Ao reassistir com essa visão é possível observar a dedicação dos diretores em mostrar o esforço sobrehumano do resgate de Neo. Antes de ser abduzido pela nave comandada por Morpheus ele era um ser do underground sem nenhuma marca de injeção de drogas ou substâncias alteradoras de humor. Logo após isso vemos o lento e doloroso processo em transformá-lo em um ser humano funcional fora da realidade virtual mantida pelas máquinas. Ele possui vários orifícios em torno do corpo, nos membros e tórax, sendo o principal deles, o mais sensível, na nuca, em uma conexão direta com o cérebro.

A analogia é forte demais com os transexuais. Dispostos a ir em busca da verdade eles submetem seu corpo a todo tipo de manipulação e humilhação. O resultado é alguém que aprendeu sobre a realidade em um outro nível, mas que nunca mais poderá se tornar um ser humano completo. Sua existência é ser um mutilado vivendo no esgoto.

Claro que Matrix permite fazer analogias com várias filosofias diferentes, pois o conceito, desde A Caverna de Platão, é muito vasta. Peço apenas que note o quão a produção é dedicada a esmiuçar o processo de transformação de Neo. É um foco que havia passado despercebido por muita gente porque ninguém imaginou a reviravolta na vida das agora irmãs diretoras, nem sabe a desgraça que é viver vilipendiado em nossa realidade. É uma dor nunca antes mostrada em uma ficção científica com tanto afinco.

Wanderley Caloni, 2020-12-06 00:00:00 +0000

blog discuss