Um Sonho de Amor

2011-12-25

Este ainda é um rascunho publicado prematuramente e está sujeito a mudanças substanciais.

Essa história sobre a mudança dos valores sob vários aspectos é uma abordagem quase idílica do novo cinema italiano. Assistimos com certa solenidade o sisudo jantar em família (evidenciado pelo exagero de sombras) em que o patriarca, já debilitado, transfere o controle da empresa para seu filho e neto. O inusitado e refrescante dessa nova história é que nos bastidores (ou para ser mais direto, na cozinha) encontra-se a origem de mudanças radicais naquela forma de funcionar o mundo.

Com detalhes que mesclam realidade e sonho, o filme acaba realizando um entrecorte que não necessariamente faz sentido, mas que acompanha principalmente a ascensão da mãe dessa família, Emma Recchi (Tilda Swinton), mais sob o aspecto amoroso, mas que faz rima com a ascenção da própria empresa familiar, que para crescer necessita se aventurar no universo das aquisições e fusões do mundo capitalista. E por falar em rima, faz de sua abordagem uma narrativa muito mais efetiva do que seu antecessor temático Baarìa, de Tornatore, no sentido de unir pessoas e valores.

link cinema draft movies