Vampiros de Alma

2020-04-20 · 2 · 286

Este ainda é um rascunho publicado prematuramente e está sujeito a mudanças substanciais.

Este é o primeiro dessa série de filmes com a mesma história do romance de Jack Finney: uma ameaça de fora faz com que as pessoas se tornem vazias por dentro, mas iguais por fora. Todos os problemas serão resolvidos, desde que todos os humanos se transformem dessa forma sem sentimentos que entram em conflito com a comunidade.

Soa exatamente como comunismo para mim. Seja hoje ou na época da guerra fria. Mas a questão genial colocada pelo filme é a ambiguidade do exagero dos mocinho.

O tom exagerado pode e deve ter feito algumas pessoas da época crerem que se tratava não de uma alegoria anti-comunista, mas anti-macartista, pois a paranoia está solta no ar. As pessoas desse filme chegam em conclusões disparatadas ao menor sinal de algo estranho acontecendo na cidadezinha onde moram. É uma ambiguidade sedutora para a época. E pode funcionar, se você for um comuna safado.

A ideia por trás dessa produção dirigida por Don Siegel é gastar pouco dinheiro, e por isso a ameaça não é de monstros ou alienígenas ou qualquer outro artifício que dobre o custo de produção por causa das fantasias e efeitos visuais. A grande ameaça são essas pessoas sem alma, sem sentimentos, mas exatamente iguais em tudo aos outro seres humanos.

Os remakes que se seguiram, Invasores de Corpos (1978) e Invasores (2007), são tão bem sucedidos quanto esse, mas cada um em sua época. O original parece não ter envelhecido tão bem, pois se perde a referência política e histórica, mas ainda assim, é um ótimo entretenimento para entendermos como filmes que se esforçavam para entreter o público que ia aos cinemas se transformou em material zumbificado para consumidores de streaming. Fica a reflexão.

Invasion of the Body Snatchers (United States, 1956). Dirigido por Don Siegel. Escrito por Daniel Mainwaring, Jack Finney, Richard Collins. Com Kevin McCarthy, Dana Wynter, Larry Gates, King Donovan, Carolyn Jones, Jean Willes. · IMDB · Letterboxd · More Details · cinema · draft · movies · Twitter ·