# Café da Fazenda da Família Incrível

2021-12-05 tag_coffee ^

Esta torra escura e fresca de grãos que o Sr. Incrível ofereceu me surpreendeu e muito. Você vê o frescor pela espuma que escapa por cima da água quente. Esse é o gás carbônico ainda presente no grão que se alojou durante a torra e ali ficou até a água expulsar. Você sente o sabor de cacau bem intenso, quase como se fosse chocolate alguns-porcento-bem-altos-de-cacau versão líquida. E você sente um corpo semiaveludado, simples e elegante.


# Gainsbourg - O Homem Que Amava as Mulheres

2021-12-05 tag_movies ^

Serge Gainsbourg é o icônico músico que criou aquela música inesquecível sobre amor lascivo: Je t'aime... moi non plus. Essas poucas notas mescladas com sons de prazer incompreensível pela racionalidade, mas palpável de todos os ângulos pelo nosso ser interior, é um dos ápices na história da música recente que merece ser celebrada. Gainsbourg também merece ser celebrado por dois motivos distintos: 1) por ter criado inúmeras músicas fora a já citada que misturam gêneros e chacoalha nossa percepção de mundo ordenado, e 2) por ter participado na geração de sua filha Charlotte Gainsbourg, uma atriz francesa que gosto muito. Bem feito, Gainsbourg.

O ator Eric Elmosnino incorpora o músico de tal forma nesse trabalho de Joann Sfar que você olha as fotos do verdadeiro e fica na dúvida se foi ressucitado para fazer o filme. E o diretor, Joann Sfar, se baseou em sua própria obra nos quadrinhos para pincelar um filme que brinca com nossas percepções do real de uma forma bem-humorada, criando um alter-ego que lembra o pior dos pesadelos nos dias de hoje: um judeu.

A biografia de um músico já ganha de brinde suas músicas. Mas esta é uma incursão boêmia em torno de mulheres fantásticas. Possui o charme dos anos 60 falado em francês. Há uma narrativa fluida e desconexa, embora cronológica, que agrada por harmonizar o tino comercial da empreitada com um pouco de escapismo artístico para dentro da mente de um dos grandes criadores musicais que não se limitava a gêneros. Um trabalho coeso e solto ao mesmo tempo. Divertido e sagaz. Não muito profundo, talvez. Um pecadilho.


# O tempo é relativo quando se está focado

2021-12-05 ^

Conheço Poços de Caldas há mais de dez anos e fui pela primeira vez em suas termais. Vinte minutos em uma banheira de hidromassagem com águas sulfurosas. Se trata de uma construção clássica das regiões das águas, mas em Minas. Uma série de pequenos quartos com banhheiras individuais permitem que visitantes e moradores tenham o prazer do rápido relaxamento desses preciosos minutos sem fazer nada exceto deixar seu corpo relaxado.

Mas o tempo não mudou. Ele ficou nessa tensão de quando acaba. Vinte minutos parece muito ou pouco, mas parece alguma coisa. O tempo em Capitólio só ficou elástico e variável nos passeios pela natureza. A sensação de se conectar apenas com o ar fresco, a água pura e as pedras inertes e permanentes da Serra da Canastra. A visão perene dessas pinturas em 3D interativas das infinitas cachoeiras da região fazem nossa percepção de realidade se alongar. Tudo faz sentido, e o trabalho e a cidade grande nesse grande esquema das coisas assume o papel que sempre tiveram: loucura e caos.


# Scarpas Pilsen

2021-12-05 tag_beer ^

O bairro de Scarpas em Capitólio é bem chique. Um condomínio de alto luxo em contraste com o centro simplão de interior mineiro. Se buscar bem você acha um barzinho no centro onde os locais vão tomar birita. Se você explorar o condomínio de Scarpas vai achar um helicóptero em cima de uma mansão.

Nesse contraste é que reside essa cerveja local, que une a simplicidade do estilo Pilsen com a elegância do malte, leve, mas perceptível. Aromático, mas refrescante. Simples de beber. Assim como Capitólio é simples de visitar.


# Toro Centenário 120

2021-12-05 tag_wine ^

Qual vinho tomar para relaxar no calor? Em parceria de amigos qualquer um. Peguei esse Cabernet chileno recente, de corpo leve e participação modesta, e fez suas honras sem soar pedante.


# J A Passeios 4x4 em Capitólio

2021-12-07 tag_trips ^

O desânimo de uma viagem que precede a glória. Chegamos em Capitólio e dois dias seguidos uma chuva chata que impedia qualquer ideia de passeio. Então minha esposa entra em contato com esse serviço de rolês 4x4 e o tempo muda. Domindo de sol chegando, agendamos com eles para conseguir chegar nos pontos onde um carro comum sofre. Ela havia visto um serviço mais barato, mas optamos por esse pelos inúmeros reviews e o Instagram atualizado. E foi ótimo. Valeu a diferença de preço, já que sempre há a dúvida de qual serviço será prestado.

Fomos em dois casais com o Américo, que foi dando várias dicas de como se locomover entre as maravilhosas paradas da região da Serra da Canastra. No caminho também foi descrevendo as diferentes plantas que dão ao lado das trilhas que sobem para as cachoeiras. Na volta ele até se prontificou em pegar um pouco da famigerada Canela de Velho, uma planta boa para dores reumáticas que nós sabemos que minha sogra toma em pílulas. Essa semana ela irá ganhar a versão da natureza em folhas e galhos.

Américo não está com pressa. Ele fez todo o percurso com uma calmaria que nos coloca no ritmo de passeio. Qualquer parada é possível, mas ele nos ajuda mostrando os momentos onde uma foto fica boa. Na ida a primeira parada turística estava cheia. Então ele encontra seu colega e recebe a dica de pular essa e ir para a próxima, seguindo o contra-fluxo. Conclusão: todos os lugares que passamos, em um domingo de sol, foram tranquilos e sem muita gente. Dava para entrar na água sossegado, ou ficar molhando os pés sentado em uma pedra. Todos os lugares com fotos "obrigatórias" estavam disponíveis com menos de 5 minutos de espera.

Foi muito bom acompanhar na cabine do passageiro da frente o Américo manobrar o 4x4. Nesse trajeto nem foi necessário ativar o modo, mas só a forma de dirigir mostrou que não é um bicho de sete cabeças. Na verdade esse passeio foi tão tranquilo que nos inspirou a buscar passeios semelhantes. Quem sabe dirigindo.

O local escolhido para o almoço também foi ótimo. Tranquilo e com vista para o rio que circunda os cânions, e com uma comida bem honesta, boas bebidas e um preço justo.

Por falar em preço, o pessoal da J A Passeios avisa de antemão todos os valores envolvidos à parte. Todos os locais estavam pedindo 10 reais de entrada por pessoa. O controle é bem informal e só aceitam dinheiro. E mesmo assim nós não estávamos preparados. Com toda a tranquilidade ele nos emprestou dinheiro suficiente para passarmos o dia sem nos preocuparmos. Depois fizemos um Pix e assunto resolvido. Simples assim. Tudo parece simples e tranquilo com eles.

Recomendo muito esse serviço. É eficiente sem apressar o turista. Dá soluções em vez de problemas. Não invade nosso espaço. Nos deixa livres para seguir o próprio ritmo para curtir as paisagens maravilhosas de Capitólio. Se voltar à região com certeza usaria de novo.


# American Horror Story

2021-12-15 tag_lists tag_series ^


# Breaking Bad

2021-12-15 tag_lists tag_series ^


# House of Cards

2021-12-15 tag_lists tag_series ^


# Algo Como a Felicidade

2021-12-18 tag_movies ^

Quando a Maldade é Cúmplice das Boas Ações

Algo me incomoda nos heróis desse filme: é tudo tão fake. Certo, eles não podem evitar tomar o caminho do altruísmo e serem tão bonzinhos aos olhos da família e dos amigos. Porém, nós, seres humanos de carne e osso, sabemos existir motivos pelos quais as pessoas são bondosas. Traumas de infância, sentimentos de culpa, autoestima fragilizada. Nada disso consta no currículo dessas criaturas idealizadas.

Idealizadas por quem, e para quê? Nós já cansamos das trajetórias heróicas desprovidas de cinismo. Não apenas nos cansamos: não se compra mais essa ideia. Portanto, os roteiristas desse filme ganham alguma coisa em cima de personagens altruístas. A beleza do sacrifício? Talvez. A intimidade e cumplicidade com que o jogo de quem vai fazer de tudo para permanecer íntegro se joga com mais de um dado.

Mas esta é uma arapuca bem montada na ficção que se desmonta na vida real apenas tremendo um pouco o tabuleiro do jogo da vida. A indecisão de fulana em ir se encontrar com sicrano e ter uma vida digna no Novo Mundo já foi visto, mas nunca na época das imigrações em massa, quando a miséria e a guerra eram motivos o suficiente para qualquer um tentar a sorte do outro lado do oceano. O que mudou nos tempos atuais, onde ter uma vida de merda em um país do segundo mundo arruinado tanto pelo capitalismo explorador quando pelo corrupto comunismo de partido, faz valer a pena continuar convivendo com pobreza de espírito, loucura e maldades?

Tudo isso é fake. É um filme para alimentar nossas esperanças em um tipo de bondade não apenas ilusória, antes fosse assim, mas menos do que isso: indesejável. Repugnante. Ninguém deseja um mundo onde altruístas sejam levados a sério por serem altruístas. Sem motivos egoístas a humanidade colapsa.


# Berlim te Amo

2021-12-18 tag_movies ^

Uma pegada "o que está rolando" sem estar preso a uma ideia apenas. Vários diretores e uma junção que vai ganhando um ritmo próprio no terceiro ato. Nós desapegamos como um longa, vira uma mistura de slice of life urbano.


# Cairo 678

2021-12-18 tag_movies ^

Filme sobre assédio sexual das mulheres no Egito. Baseado em eventos reais, mas a direção junta tudo com coincidências e acontecimentos fantásticos e torna tudo um novelão. Há um investigador que dá uma olhada em dois ônibus com um pouco de sangue no chão e já assume estar no encalço de uma serial killer de abusadores do coletivo. É engraçado ver como o assunto é tratado de forma tão séria. Há idiossincrasias na sociedade egípcia que podem tornar a história bem regional. Os assediadores reclamam que não têm dinheiro para casar. Não há prostitutas no Cairo? Será essa uma crise econômica antes de moral por falta de oferta de mulheres para equilibrar os desejos sexuais dos homens? Até um homem casado não tem aquilo que espera de sua própria esposa (você sabe... aquilo). No final o filme entra na prateleira de feminismo das locadoras: uma mulher corta o cabelo.


# Perdi a Dama, mas Estava Equilibrado

2021-12-19 tag_chess ^

Joguei bem uma siciliana, mas no meio da partida me confundi com as complexidades e sem pensar muito não vi a cravada da dama. No entanto, ao continuar jogando o adversário talvez no apuro do tempo não viu que estava fazendo lances muito ruins e em cima eu emendei vários xeques, ganhando a dama no último xeque. Mas já era tarde: ele perdeu no tempo.

Event "Live Chess"
Date "2021.12.19"
White "knightsdilemma244"
Black "cavaloni"
1. e4 c5 2. Nf3 Nc6 3. d4 cxd4 4. Nxd4 Nf6 5. Nxc6 bxc6 6. Nc3 Bb7 7. h3 e6 8.
e5 Nd5 9. Ne4 Be7 10. Bd2 Qc7 11. c4 Qxe5 12. Qf3 Qxb2 13. Rc1 Nf6 14. Nc3 Qa3
15. Be2 Rb8 16. O-O O-O 17. Bg5 Rfe8 18. c5 Qxc5 19. Bxf6 Bxf6 20. Ne4 Qf5 21.
Qd3 Be7 22. g4 Qd5 23. Qf3 f5 24. gxf5 exf5 25. Bc4 fxe4 26. Qxe4 Qxc4 27. Qxc4+
Kh8 28. Qg4 Bc8 29. f4 Bf6 30. h4 Bd4+ 31. Kg2 c5 32. f5 d6 33. h5 Rb6 34. h6 g6
35. Qg5 Rb2+ 36. Kh3 Re3+ 37. Kh4 Rh2+ 38. Kg4 Bxf5+ 39. Rxf5 Rg2+ 0-1

# Marukai

2021-12-21 tag_food ^

O mercado mais popular da Liberdade continua bem popular e com os caixas mais eficientes do mundo. É preciso ter paciência mesmo em dias de semana, pois os corredores são estreitos e há muito movimento de pessoas, sobretudo idosos. Uma estratégia boa é já ter uma lista por setor (há três corredores principais). Eles não mudam quase nada a disposição dos produtos por anos, o que é ótimo para se localizar. Se precisar de um tempo para se planejar no meio das compras o fundo da loja costuma ser um bom lugar por ser a seção doméstica e com pouco movimento. Apesar do tamanho alguns itens, como lámen, chás, temperos e bebidas, possuem uma variedade difícil de encontrar em outros lugares. Não é um lugar barato, mas a variedade de importados e a qualidade dos alimentos perecíveis compensa se é isso o que você procura em apenas um lugar.


# Música gótica sacra e secular

2021-12-21 tag_music ^

Comecei meus estudos musicais caminhando na ordem cronológica pela história. O primeiro artista que me chamou a atenção foi Guillaume de Machaut, um poeta e compositor francês que para ter uma ideia de sua importância tem a data de sua morte como marcador do final de uma era na história musical da Idade Média.

Este autor mistura música secular e sacra, além de diferentes estilos, como o uso de vozes polifônicas (e apenas isso) para uma peça, e alguns álbuns inspirados ou replicando seu trabalho literal usam instrumentos típicos da época. Há muito material produzido que se pode encontrar nos Spotify da vida.

O que eu mais ouvi até agora é uma peça de pouco menos de uma hora chamada O Espelho de Narciso. São apenas vozes que narram uma história cantada com muita alma. A produção é assinada por Gothic Voices. É um trabalho de 1983 absolutamente magistral. Somos transportados para uma época muito diferente dos dias de hoje, mas mais do que isso, a voz humana aqui é exaltada em um nível que não estamos mais acostumados. Tanto a técnica quanto o local onde foram captados esses sons humanos evocam uma origem divina, quando o divino ainda era a referência para o mundo.

Um trabalho mais musical e eclético, com diferentes estilos combinados, é esse Le Jugement du Roi de Navarre, um trabalho de produção mais recente (2003) e que ainda preciso me contextualizar melhor, mas me parece um texto narrativo.

Isso está mais divertido que um filme.


# No-Bake Peach Cheesecake [link]

2021-12-27 tag_cooking ^

Receita do meu compadre, que também se aventura na cozinha (e documenta tudo melhor que eu), este cheesecake é chamado de japonês. Não vai no forno, pois é usado gelatina. Peguei com ele a receita do de pêssego, que é o primeiro que pretendo testar, e mostrar os resultados.

Ingredientes

Calda: Meia lata de Pêssegos em Calda, 3 colheres de sopa de Açúcar.

Base: Mold size : 15cm x 7cm, 100g Nesfit Leite e Mel, 40g Manteiga derretida sem sal.

Massa: 300g Cream cheese, 75g Açúcar, 53g Iogurte natural, 8g Gelatina incolor derretida, 180g Creme de leite fresco.

Cobertura: 250g Purê de Pêssego, 4g Gelatina incolor derretida.

Preparação

Calda: Pegue metade dos pêssegos de uma lata de pêssegos em calda com um pouco de água da lata e processe com o açúcar. O resultado é um purê de pêssego.

Base: Misture a Nesfit esmagada (sem o recheio) e manteiga derretida. Coloque em um molde e pressione bem ele com a ajuda de uma colher ou fundo de um copo até que fique bem firme. Deixe descansar no freezer por 30min.

Massa: Misture o Cream Cheese com o Fuê (ou com a batedeira) até ficar soltinho. Adicione o açúcar e misture. Adicione o iogurte natural e misture. Adicione a gelatina incolor derretida e misture. Adicione o creme de leite (já ligeiramente batido a ponto de ficar com uma consistência encorpada) e misture. Retire a forma do freezer e despeje toda a massa nela. Deixe descansar na geladeira por 30min.

Cobertura: Adicione a gelatina incolor derretida no purê de pêssego e misture. Despeje a mistura sobre tudo. Deixe endurecer de 3 a 4 horas na geladeira antes de desenformar. Sirva gelado.

Outras opções de sabores

Manga: 1 manga grande. Substituir o pêssego da receita original pela manga nas mesmas proporções e com os mesmos procedimentos.

Goiabada: 150g de goiabada cascão e 75ml de água (proporção 1 de goiabada para 1⁄2 de água). Dissolva a goiabada na água em fogo baixo. Se diminuir a proporção de água, talvez não precise de gelatina para dar liga (proporção 1 para 1⁄3 talvez?).

Bifase

Outra opção para melhorar a apresentação é fazer a massa ficar com 2 colorações, a branca do Cheesecake e uma outra com a cor da fruta.

Para isso, assim que a massa estiver pronta e antes de colocar na forma, divida em 2 partes iguais. Uma das partes, misture com um pouco do purê da fruta (purê ainda sem gelatina). A quantidade a ser misturada é a gosto, até ficar da coloração desejada. Provavelmente será necessário um pouco mais de purê de fruta do que o especificado nesta receita. Na hora de colocar na forma, coloque primeiro a massa colorida e depois a branca.


# Não Olhe Para Cima

2021-12-28 tag_movies ^

Adam McKay compõe aqui um roteiro tão competente que nem ele como diretor arrisca se colocar na frente do seu talentoso elenco performando as maravilhosas ideias desta comédia sci-fi que escancara os tempos atuais.

Este é um filme cômico, mas também emocionante. É fácil se identificar com este filme desde o primeiro momento, quando uma dupla de cientistas anuncia às autoridades máximas de seu país que uma grande extinção em massa vem aí em seis meses e a resposta é "vamos dar uma olhada nissaê". O "problema" é que em três semanas tem eleições e más notícias não fazem sucesso na TV.

Não Olhe Para Cima em sua história olha diretamente para cada um de nós vivendo tempos onde a ideologia e a agenda pessoal de cada pessoa e cada grupo alienado vale mais do que a realidade. Há dois lados no filme, mas a riqueza de detalhes extrai ainda personagens secundários que finalizam um quadro tão completo e pitoresco que qualquer espectador irá enxergar as similaridades com o mundo real.

Nesse sentido a comédia e o sci-fi presentes no filme cumprem a função nobre de ambos os gêneros, que é discutir temas atuais através da arte do exagero e do distanciamento tecnológico.


# Samsara

2021-12-28 tag_movies ^

Samsara é o nome dado ao mundo da ilusão. Oposto ao nirvana, a iluminação, é sinônimo do mundo onde vivemos.

A história desse filme segue o caminho oposto com muito charme e propriedade. Se trata de uma produção grande, feita em locações reais dessa região da Índia, mas a impressão da fotografia é que se trata de um palco de teatro com fundo pintado. Não se engane: a fotografia é maravilhosa, pois evoca as cores reais e ao mesmo tempo oníricas da paisagem onde este conto poderoso e atemporal se sucede.

O filme não tem medo de ser chato nos momentos parados, nem visceral quando a carne é mais fraca (e que cenas quentes). A história segue o princípio mais cinematográfico possível de "mostre, não fale", mas quando precisa falar é com muita poesia e profundidade.

Poucos filmes que se dizem profundos o fazem de verdade. Este não: sua mensagem é autêntica. Seus questionamentos não são respondidos, e por isso mesmo poderosos. Sair de uma sessão dessas sem respostas é uma das melhores coisas que se pode viver dentro de uma sala de cinema.


# The OA

2021-12-28 tag_series ^

Esta é a história de uma louquinha que arruma uma galera diversificada no colégio para ouvir sua historinha de quando ela era uma garota russa, quase morreu, voltou à vida depois que uma indiana dos além ajudou a moça, daí o pai bilionário foi morto e ela foi comprada por um casal de americanos de meia-idade. E tudo muda quando ela é mantida em cativeiro com uma turminha de humanas que fazem uma dancinha do universo para se salvarem.


<< >>