Presente de Deus 2023-10-17 [tag_mostra] [tag_cinemaqui] [tag_movies] Você já assistiu a um filme do Quirguistão? Nem sabia que esse país existia, né? Não lhe culpo. Esta milenar rota entre Oriente e Ocidente apenas adquiriu soberania algumas décadas atrás, com a dissolução da União Soviética. Antes era um agrupado de clãs e culturas, muitas das quais se mantiveram relativamente intactas pelo isolamento geográfico.
Arturo aos 30 2023-10-17 [tag_mostra] [tag_cinemaqui] [tag_movies] Do mesmo diretor de Juana aos 12, vem aí: Arturo aos 30. Não é brincadeira. Este é o segundo filme do diretor argentino Martín Shanly e ele atua como o próprio Arturo do título. E o mais curioso é que a história... bom, não tem história. Apenas acompanhe Arturo em suas desventuras aos 30 anos. É um vai-e-vem frenético.
O que vem aí na Mostra 2023 (47a.) 2023-10-10 [tag_mostra] [tag_movies] Não vou poder participar da Mostra desse ano, pois estarei muito ocupado bebendo vinho no Chile. Porém, para os que ficam, fora novos diretores achei uns repetidos que pode ser interessante dar uma olhada ou escapar da sessão.
Natália Bocanera 2022-12-04 [tag_mostra] A advogada em seu tempo livre escreve sobre cinema para o saite Coletivo Crítico, dando sua visão feminista sobre a arte cinematográfica. Peguei alguns textos dessa última Mostra para ler e é possível constatar que ela de fato sabe escrever. Mais do que isso: pincela com certa habilidade os pontos principais que anotou sobre os filmes que assistiu. Sempre, claro, sob o viés feminista junto do pacote ideológico que dispensa apresentações.
Don Juan 2022-10-27 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] A figura de Don Juan vira e mexe é desconstruída, o que tem acontecido bastante nas últimas décadas. Aliás, desconstrução, ou destruição, é a atividade primordial da geração atual, preocupada em desfazer o que foi dito, escrito, visto e pensado ao longo dos séculos. Vivemos na era da destruição sistemática do pensamento, o que pode render bons frutos para críticas válidas, mas na maioria das vezes apenas expõe a mediocridade presente.
Deus e o Diabo na Terra do Sol 2022-10-27 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Assisti nessa Mostra a Deus e o Diabo na Terra do Sol, o filme icônico de Glauber Rocha, criador do cinema novo na época, em sua versão remasterizada de 2021, feita em 4k com base na restauração passada, de 2007, feita para DVD. Infelizmente houve apenas uma sessão. Ficam as impressões.
Boicote 2022-10-27 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Boicote é um dos filmes que escolhi ver nessa Mostra porque ele é o mais icônico para entendermos os contrastes que estão acontecendo sobre a liberdade de expressão. Não digo isso em solo brasileiro, pois isso não existe de fato, mas em solo americano, onde ele é uma das bases mais sólidas da constituição. Os fundadores do país acreditavam que não se criam leis sobre algo que já é natural de todo ser humano. Isso inclui a liberdade de se expressar, sob a qual não deverá existir lei que a regule. E isso quer dizer, sim, mesmo que isso seja rotulado por alguns grupos como discurso de ódio.
Blanquita 2022-10-27 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Como se constrói bem a tensão nesse thriller em busca de justiça, mas todas as esperanças por ela vão embora depois que o castelo de cartas construído por este padre e sua protegida cai abaixo. Nós somos conduzidos através da ingenuidade e senso puro de fazer o que é certo de "Blanquita" e nos esquecemos como o mundo é muito mais cruel e complexo lá fora.
As Paredes Falam 2022-10-27 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Carlos Saura, diretor de clássicos como Cria Corvos e neoclássicos documentais como o musical Argentina, está explorando possibilidades. E eu vejo uma fase se reavaliação em As Paredes Falam, trabalho que une as pinturas pré-históricas e a arte das ruas, o grafiti.
Nação Valente 2022-10-26 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Grupos nacionalistas não costumam ser bem vistos, mas e quando além de nacionalistas eles também são zumbis? Nação Valente, vencedor de melhor filme europeu no Festival de Locarno, é um épico que trata de questões históricas da década de 70 sobre Portugal. Essas questões estão presas, entaladas na garganta do povo português, mas também na história de uma terra estrangeira tomada pelo colonialismo.
Fire of Love 2022-10-26 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Será que só eu achei Fire of Love brega? Não sei, pode ser coisa da idade. Todos esses vídeos da época em que dois amantes vulcanólogos passavam o tempo observando erupções juntos é montado de forma a contar uma breve história do final do século 20 sobre amor e sobre vulcões.
O Teto Amarelo 2022-10-25 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Este documentário denuncia o que antes era visto como comum. Ou talvez pior: não visto como comum, mas com todos sabendo que havia algo de errado e mesmo assim ninguém falava a respeito. O Teto Amarelo é um filme-denúncia contemporâneo.
Lobo e Cão 2022-10-25 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] O Lobo e o Cão é um porre incomensurável. Parece que não há uma única cena no filme inteiro que valeu a pena ter sido filmada. Aguardamos eternamente por alguma história começar e quando sentimos que deve estar terminando parece que não acaba nunca.
Terceira Guerra Mundial 2022-10-24 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Que filme maravilhoso esse Terceira Guerra Mundial. Ele te coloca em uma posição constante de reavaliar o que está vendo na tela. Sua manipulação é cinema e sua trama é perfeita para isso. O pano de fundo político trazido no título ganha contornos bizarros que flertam com o trash enquanto mantém o drama real e vivo durante toda a história.
Plano 75 2022-10-24 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] A ideia por trás de Plano 75 permite explorar diferentes temas da vida moderna, em que a recente pandemia poderia ser o exemplo mais icônico (explico depois). No entanto, uma vez apresentada, o universo criado pelo filme é tão tímido em expressar o subtexto de por quê veio à tona que fica difícil sequer entender se existe de fato uma motivação mais forte que a ideia inicial.
Nezouh 2022-10-24 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Há tantos filmes de guerra tristes por aí. Nezouh não é um deles. Pautado no lado lúdico de uma menina "coming of age", é uma viagem fofinha de como você lida com a realidade quando sua casa é bombardeada e você não tem amigos porque todos fugiram da cidade em ruínas.
A História de Um Lenhador 2022-10-24 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Pepe é um lenhador. Não sei se muito bom. É uma pessoa feliz. Ou pelo menos não-triste. Tudo muda quando ele e seus amigos perdem o emprego. Quer dizer... muda, mesmo? A História de Um Lenhador tem uma pegada tão budista que fica difícil compreender um protagonista onde a dor e o sofrimento dos demais é uma mera curiosidade.
Vanessa Panerari 2022-10-23 [tag_mostra] Da leva desse ano de contatos encontrados no grupo de imprensa da mostra está Vanessa Panerari. Encontrei dois sites onde ela escreve(u): o [Francamente, Querida](http://francamentequerida.com.br/) e o [Era Uma Vez na América Latina](https://eraumavezamericalatina.substack.com). No "Era Uma Vez" ainda não há textos sobre a cobertura do evento, apenas uma nota jornalística. No "Francamente" há um texto sobre Tantas Almas que revela ser de fato uma escritora jornalística, e não crítica. Ela entrevista os realizadores. Seu texto é eficiente. Vanessa resgata detalhes da produção e, sucinta, traça um panorama usando poucos parágrafos.
Camila Vieira 2022-10-23 [tag_mostra] Esta é uma escritora séria sobre cinema. Em seus textos da última Mostra de SP pode-se notar a facilidade em construir suas impressões sobre o filme sem depender, como muitos escritores no início, em ficar contando a história e alguns spoilers. Camila está interessada em deixar notas curtas e certeiras sobre sua opinião sobre o que o filme quer dizer, qual a atmosfera estabelecida pela narrativa e coisas do gênero. Ela nunca se deixa levar pela visão rasa de um espectador de primeira viagem. Apesar de não relacionar trabalhos e citar rapidamente apenas o filme assistido, é um trabalho competente. Talvez sem tanta vontade e já com conclusões automáticas, mas quantos de nós conseguimos assitir tanto em tão pouco tempo e ainda escrever suas 1000 palavras por filme? Há de se descontar.
Luxemburgo, Luxemburgo 2022-10-21 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Há algo melancólico em Luxemburgo, Luxemburgo, um filme que deveria ser uma comédia. Ele é engraçado, mas há um ruído ao fundo de tristeza, ou pelo menos de saudade. Essa saudade está na época que Kolya e Vasya, dois irmãos de quase a mesma idade, faziam coisas de meninos juntos. Subiam em trens parados e pulavam assim que ele começasse a se mover. Nessa época o pai da família era alguém importante do mundo do crime. Quando ele precisava ir parar o trem porque um dos filhos ainda estava nele isso era feito com o poder da bala de seu revólver.
A Noiva 2022-10-21 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Há algo de mágico na região do Oriente Médio. Seja cem anos atrás ou ontem ele consegue gerar um drama como ninguém. Pegue o exemplo de A Noiva. A prévia da história é que jovens da Europa acessam a internet e migram para o recém-criado Estado Islâmico para tocar o terror. E agora que o jogo virou eles estão sendo julgados na mesma medida. E isso aconteceu ontem, não foi no século passado.
Febre do Mediterrâneo 2022-10-20 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Febre do Mediterrâneo é o filme que ganhou o prêmio de roteiro na categoria Um Certo Olhar de Cannes e agora estreia na Mostra de São Paulo. No entanto, o nome também se refere a uma doença congênita que afeta principalmente povos dessa região: árabes, judeus, turcos. O sintoma é uma dor abdominal. No filme é o sintoma sentido por uma criança e que iniciou logo depois que sua professora de Geografia ensinou-o que Jerusalém é a capital de Israel. Detalhe: seu pai é palestino e não aceita a ocupação judia. E agora você começa a entender o poder da trama nesta comédia de humor negro.
Como Está Katia? 2022-10-20 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Do circuito ucraniano nessa Mostra temos este Como Está Katia, um filme tenso que no início parece ser mais um sobre as injustiças do mundo, mas que aos poucos vai descolorindo sua realidade dramática, drenando nossos sentimentos. Logo vemos um mundo onde apesar do egoísmo não ser desejável nos membros de uma sociedade, ele acaba se revelando inevitável ou talvez até necessário.
Um Homem 2022-10-19 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] A vida lá fora é cruel. Não pode vacilar. Você tem que ser duro. Tem que manter o respeito. Ouvimos vários testemunhos como se estivéssemos em um documentário no começo de Um Homem, ficção da Mostra de SP sobre a completa impotência do sexo masculino nesta geração.
O Deus do Cinema 2022-10-19 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Pela Perspectiva Internacional da Mostra de SP este ano, o japonês está nostálgico e cinéfilo. O Deus do Cinema chega no festival relembrando a indústria que estava nascendo no pós-guerra através de uma ficção inserida na época e recordada em plena pandemia. Feito para fazer chorar, uma vez que a quarta parede se quebra ela vira uma apelação bonitinha e teatral; um filme difícil de desgostar.
Roza 2022-10-18 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Nem sempre "heróis" do cinema são personagens que merecem ser fonte de inspiração para sermos pessoas melhores. No caso desse Roza, uma ode a pessoas fracas, chega a dar vergonha chamar qualquer uma dessas pessoas de herói.
Leonor Jamais Morrerá 2022-10-18 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Toda Mostra de SP merece sua cota de homenagem ao cinema. E nesse ano Leonor Jamais Morrerá é o filme melhor cotado para fazer as honras. Ele é leve, fofinho e inclusive didático. Ele faz com pouco o que a maioria precisa de muito. Ele é filipino, um país pobre, com dificuldade de desenvolver seu cinema, então ganha um valor social. E, por fim, ele é divertido do começo ao fim.
That Kind of Summer 2022-10-17 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Você por acaso está cansado de filmes sobre retiros espirituais onde os pacientes repassarão os fantasmas de sua vida e descobrirão que nada adianta, pois são fracos, ou viverão um momento de ruptura e aprenderão a viver de sua própria força? That Kind of Summer, novo filme de Denis Côté (Antologia da Cidade Fantasma, Higiene Social) com certeza não é um deles.
Objetos de Luz 2022-10-17 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Filmes bons de 4 horas de duração podem ser curtos demais. Porém, Objetos de Luz, com sua pouco mas de uma hora, é longo demais. E depois de cinco minutos de projeção ele já dá poderes a qualquer espectador itinerante de rotulá-lo com muita propriedade como um porre descomunal.
O Que Esperar da 46 Mostra SP 2022-10-15 [tag_mostra] A lista de filmes foi divulgada para a imprensa. Como sempre (ou quase) tento fazer, vai uma lista de diretores e filmes que já andei dando uma olhada. Os parágrafos seguintes falam sobre cineastas em que já escrevi algumas linhas no blogue. Algum trabalho deles estará nessa Mostra. Então trata-se de se identificar, procurar e assistir. Bons filmes.
À Noite Todos os Gatos São Pardos 2022-10-14 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Mostra de SP é sinônimo de filmes estranhos. E é assim mesmo. Sair da caixa e explorar o diferente não é parte apenas do trabalho de um diretor. Também é de sua equipe e do espectador. À Noite Todos os Gatos São Pardos é uma experiência em que todos sabem onde estão se metendo. Cinema é saber disso e mesmo assim continuar apontando a câmera ou olhando para a tela. Muitas vezes sem querer continuar fazendo.
Sonne 2022-10-14 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Religiões do Oriente Médio são sinônimo de respeito absoluto aos costumes e às regras impostas aos fiéis, sobretudo as vestes de cerimônia. E é por isso que, nessa Mostra de SP, Sonne é um exemplo que foge à regra e faz você reavaliar esse sinônimo nos tempos atuais.
Scheme 2022-10-13 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Scheme poderia ser reduzido ao drama das adolescentes em busca de dinheiro fácil tendo seus corpos explorados através do que podemos chamar de "prostituição light". Ele poderia ser reduzido ao drama, mas ele não é. Obcecado em descobrir como jovens garotas são atraídas para o covil de homens de meia-idade em festinhas particulares que levam ao consumo de drogas e sexo desenfreados, o filme vencedor do Generation 14Plus do Festival de Berlim, que chega agora à Mostra de SP, não está interessado em mais um drama juvenil sobre os abusos da idade. Está interessado no como.
A Saída Está à Nossa Frente 2022-10-13 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Há algo de belo na vida dos simples de mente, dos humildes de ambição. As pessoas são protagonistas da própria história, mesmo que essa história não seja grande coisa. Pelo menos são mais protagonistas do que as que estão na corrida dos ratos, correndo de um lado pro outro tentando melhorar de vida ou apenas pagar as contas. A Saída Está à Nossa Frente, filme americano independente daqueles independentes mesmo, está na Mostra de SP esse ano. E captura essa essência. E nós somos capturados por essa fascinação.
Mutzenbacher 2022-10-11 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Este livro pornográfico lançado na Áustria no início do século 20 é um clássico porque é bem escrito e foi alvo de críticas e censura por décadas. O motivo é se tratar das experiências de uma jovem que começou cedo sua vida sexual. Aos cinco anos. Todo o livro são suas experiências na infância e adolescência com todo tipo de homem que ela pudesse encontrar. E agora em Mutzenbacher, filme da Mostra de SP, a diretora Ruth Beckermann reúne em um mesmo set todo tipo de homem que ela pudesse encontrar para falar a respeito.
A Criança 2022-10-11 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] A Criança é um épico que caminha por uma crise histórica sem fazer parte desta, compartilhando com o espectador momentos da vida privada de uma família onde seus costumes atrapalham a vida de todos, mesmo que ditos livres. É um gigantesco teatro no campo onde o dito amor encontra oponentes à altura, onde a poesia portuguesa não atinge os corações porque já estão todos falando em francês.
Restos do Vento 2022-10-09 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Quanto mais penso na subjetiva e impactante introdução de Restos do Vento, filme que está na Mostra de SP esse ano, mais me convenço que ela gradativamente aumenta sua importância instrumental na análise e interpretação de sua história. Não apenas a trama, que já é bem amarrada em suas premissas. É o conjunto temático da obra, que transcende fácil o nível de "apenas mais uma sessão" e fica em nossa mente, remoendo a injustiça fundamental que "testemunhamos" na sala de cinema.
Quatro Primaveras 2021-11-10 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Por que um diretor de cinema não filmaria seus pais? A resposta rápida é que nem todo cineasta vem com pais que valem a pena ser filmados. Bom, este vem. E surge Quatro Primaveras, um filme sobre o diretor estreante Qingyi Lu que filma um casal adorável de pais que fazem tantas coisas sozinhos que me sinto mal de perder tanto tempo na internet.
Lidando com a Morte 2021-11-02 [tag_movies] [tag_mostra] Lidando com a Morte é um documentário da Mostra esse ano que acompanha a tentativa de construir uma agência funerária focada em diversidade em um dos polos multiculturais da Europa: Amsterdã. Esse é um projeto de longos sete anos e é questionável se o próprio projeto do documentário em si "deu certo", pois ao final a impressão que fica é que não.
Primeiro Encontro 2021-11-01 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Da equipe técnica de cinema emerge a dupla de cineastas Manuel Crosby e Darren Knapp em seu debut no roteiro e direção com Primeiro Encontro, um daqueles filmes de fim de noite onde tudo pode acontecer, e de fato acontece, na ordem e do jeito que nós, cinéfilos de carteirinha, esperaríamos que acontecesse.
No Limite do Destino 2021-11-01 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] No Limite do Destino é a ambição do ator Yusuke Kitaguchi em dirigir seu primeiro filme, baseado em um drama sobre uma órfã e seu reencontro com a mãe problemática. E ele consegue. Faz um vídeo educado de um minuto para nos introduzir seu filme na Mostra de SP (disponível no Mostra Play, plataforma de streaming).
Fogo nas Montanhas 2021-10-31 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Fogo nas Montanhas é uma mistura bem-humorada e ao mesmo tempo dramática entre cultura indiana e a corrupção dentro de cada um de nós. A corrupção é tão intensa que mentimos para nós mesmos, e quando isso encontra a religião essa volta completa em torno do ser e da comunidade se dá o nome de cultura: as mentiras socialmente aceitas.
Filho das Monarcas 2021-10-31 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Bacana esse Filho das Monarcas, do diretor franco-venezuelano Alexis Gambis. É difícil explorar um tema vão vasto quanto as nossas origens biológicas neste mundo, algo apenas dominado por Terrence Malick em A Árvore da Vida. Porém, o filme de Gambis denota alguns momentos em que ele fica muito próximo de chegar em algum lugar promissor. Infelizmente, são tantas opções juntas que essas oportunidades fogem voando como nuvens de borboletas.
A Lei 2021-10-31 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] A Lei funciona assim: um desses maconheiros de elite, de vanguarda, pós-moderno, usando metalinguagem, fazendo livres associações, decide que vai fazer um filme sobre "todas essas porra aí". Ele monta um texto pra ser dito em primeira pessoa, escrito errado e com palavrões para soar certo com a vida real (como neste parágrafo). Seu objetivo? Comer umas ninfetinhas maconheiras por aí, lógico. Isso e ganhar dinheiro.
O Atlas dos Pássaros 2021-10-30 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] O Atlas dos Pássaros é uma incursão corporativa e familiar tensa do diretor iugoslavo (hoje a Eslovênia) Olmo Omerzu. Tudo começa com um pequeno detalhe na rotina do empresário Ivo Rona e CEO de uma companhia familiar, quando ele descobre que sumiu uma quantidade vultosa de dinheiro dos caixas da companhia. Esta é a maior crise nos negócios da empresa em três décadas e Omerzu filma tudo com uma cena puxando a outra. Não há pausas na tensão, mesmo quando Ivo Rona sofre um infarto e seus filhos passam a ser o foco em cena. Esta é apenas uma pausa para o café.
Assim Como no Céu 2021-10-30 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Muitos ritos de passagem para a fase adulta são romantizados. A beleza da puberdade e da inocência acontecendo juntas podem ser uma experiência transformadora, além de enriquecedora do ser. Porém, "Assim Como no Céu" não quer ser um exemplo virtuoso, mas o inferno na Terra.
Na Prisão Evin 2021-10-27 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Uma das sacadas da direção dupla deste longa-metragem sobre uma mulher transgênero é nunca mostrar a face de Amen. Curioso, mas não original, a história inteira se passa sob seu ponto de vista. Os personagens olham para a câmera como se estivesse olhando para ela. Isso acaba se tornando repetitivo, pois o estilo impõe a percepção. Porém, assim como o destino de Amen, não há mais volta. Na Prisão Evin nunca se trai sobre seu método de filmagem, mas o preço é perder em expressão.
Amanhecer 2021-10-27 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Como posso começar a apresentar este filme sem parecer pedante? Lembra de Mãe!, de Darren Aronofsky, e sua alegoria misteriosa, mas pertinente, a respeito da religião cristã e ecologia que todos acharam o máximo por ser um intrincado jogo de simbolismos interpretativos? E depois a maioria foi buscar vídeos na internet de "explicando o filme" porque na real ninguém entendeu nada e queria pagar de especialista? Pois bem: Amanhecer não consegue a tensão narrativa impecável do diretor de Pi, mas ganha infinitos pontos por traduzir quase que por uma seita essa loucura vivida nessa geração, a derrocada da civilização e seus valores como os conhecemos; entre outras coisas.
Nostromo 2021-10-25 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Nostromo é aquele filme que começa bem demais para ser verdade, e no meio da história ela acaba. Mas o filme não. E daí você já saca qual é a do diretor: recebeu um dinheiro para filmar aurora boreal, foi filmar um maluco vivendo sozinho e nada aconteceu. Só que no final deu apenas meia-hora de rolo gravado. Bom, bora filmar mais meia-hora. E mais meia-hora. Agora sim: "estou pronto para os festivais". Estou reproduzindo o pensamento totalmente fictício do diretor suíco Fisnik Maxville. E esse é um parágrafo bem-humorado sobre um filme não tão bom, mas que possui algumas virtudes estéticas admiráveis. Fique comigo mais um pouco.
Eu Vejo Você em Todos os Lugares 2021-10-25 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] O quão intensos são os diálogos das situações vividas pelos personagens em Eu Vejo Você em Todos os Lugares. Não são situações comuns, e por isso nos lembrariam a todo momento este ser um filme, mas a natureza naturalista das filmagens do diretor húngaro Bence Fliegauf, nos colocando em aproximação constante com essas pessoas, é de uma intimidade tão acachapante que nos rendemos ao filme e embarcamos na angústia desses seres humanos vivendo no seu limite, ainda que todas as conversas se desenvolvam dentro do lar.
Laranjas Sangrentas 2021-10-24 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Nem só de drama social vive a Mostra. Laranjas Sangrentas é uma comédia com drama social, olha só. Mas não é só isso. Ela é bem-humorada porque é absurda e não quer finais felizes, mas finais pensantes. Nisso estamos todos de acordo.
As Faces de Mao 2021-10-24 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Sou São Bernadense, nascido e crescido no Grande ABC. Quando me conheci por gente lembro de meu chefe em meu primeiro emprego de office-boy me apresentar aos Garotos Podres, uma banda local de punk rock que tinha um hit de sucesso maravilhoso chamado Papai Noel Velho Batuta. Esse foi o início das minhas leituras sobre anarquismo e pensamentos anticapitalistas que consumiram alguns anos da minha adolescência. Isso já faz muito tempo, mas foi com um certo saudosismo que assisti ao As Faces de Mao, que apresenta essa visão ainda defendida pelo seu vocalista e mantenedor da formação atual da banda.
Poropopó 2021-10-23 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Quando os palhaços chegam no cinema não sabemos mais se é a linguagem do cinema que faz rir ou é a linguagem dos palhaços que faz cinema. De qualquer forma, Poropopó é o primeiro filme dirigido pelo artista circense Luís Antônio Igreja e está em cartaz nessa Mostra de São Paulo para quebrar um pouco o ritmo incessante dos dramas da vida real.
Pedregulhos 2021-10-23 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Adoro filmes assim, de um tema só. Curto e visceral, Pedregulhos lida com violência, mas também com rotina. Não sabemos ainda. É nossa primeira vez. Os pingos nos is são colocados apenas no seu final.
A Garota e A Aranha 2021-10-23 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Não é delicioso ver tantas mulheres loiras e bonitas te encarando através da câmera? Essa é a magia por trás de A Garota e A Aranha, um filme cuja maior atração é olhar para essas mulheres e imaginar as mil e uma estripulias que se passa por suas cabeças.
O Compromisso de Hassan 2021-10-21 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] O Compromisso de Hassan, filme da Mostra esse ano, é lindamente fotografado por Özgür Eken (colaborador habitual do diretor), e com razão: as tomadas evocam decisões humanas sob um prisma da natureza de cada ser. Algumas pessoas são o que são. Não importam as circunstâncias, elas sempre estarão acima das outras.
I Comete - Um Verão na Córsega 2021-10-16 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] I Comete é uma brisa de ar fresco pós-pandemia que muitos ainda esperam. Poder fazer parte de sua comunidade sem medo. Interagir sem qualquer restrição de espaço. Falar sobre o cotidiano. O quão pouco perdemos nos últimos dois anos acaba sendo o pouco que mais importa.
Armugan 2021-10-14 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] "Ninguém morre sozinho" é uma frase que contraria o conhecimento comum que diz justamente o contrário: todo mundo morre sozinho. Assim começa esse filme do diretor espanhol Jo Sol, que cria uma figura mitológica contemporânea responsável por ajudar os que respiram pelos últimos minutos a passar dessa pra melhor.
Má Sorte No Sexo Ou Pornô Amador 2021-10-12 [tag_movies] [tag_mostra] Dvidido em três partes e com três finais, esta comédia ganhou Urso de Ouro em Berlim e eu não tenho palavras para este filme. Estamos na pandemia de 2020 e esta professora caminha pela capital da Romênia. Ela está indo para uma reunião de emergência com pais e professores que irão decidir seu destino após um vídeo íntimo com o marido vazar na internet e ser encontrado pelos seus alunos adolescentes. O vídeo você confere no começo do filme e ele está muito bom, foi um dos melhores que já conferi no PornHub/Mostra de SP. A garota está sensacional. Segue minha pequena crítica a este curta pornográfico de brinde na Mostra:
Higiene Social 2021-10-12 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] O nome Higiene Social para um filme pós-pandemia pode querer dizer muitas coisas, mas nenhuma delas está no novo filme de Denis Côté (Antologia da Cidade Fantasma), que irá passar na Mostra de SP esse ano. Então o que há para ver? Distanciamento social. Nenhum dos atores está a menos de três metros dos outros, e há no máximo três deles por cenas. E ninguém precisa usar máscara. Iupi!
Acqua Movie 2021-06-05 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Acqua Movie é de um gênero bem específico: filme "de cabine na pandemia". Este gênero foi criado para atender às demandas de apesar do isolamento social que vivemos haver divulgação para filmes sendo lançados em streaming. Porém, por enxergar um risco maior de pirataria e conteúdo publicado antes da data do embargo, as distribuidoras evitam dar acesso às produções mais badaladas e entregam aos divulgadores de nicho, como nós do CinemAqui, filme lado B de menor importância, que lembra o estilo "filme de arte". E nesse caso em específico, patrocinado com programas culturais que restaram após as eleições de 2018, relevando empiricamente não haver censura na arte, contrariando diversos profetas do apocalipse que ouvimos na época.
Berlin Alexanderplatz 2020-11-07 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Berlin Alexanderplatz é um filme de três horas que passam voando. Se trata do conto do homem comum, narrado por uma voz onisciente que a divide em partes, que não fazem lá muito sentido, mas com reviravoltas entre elas. Ser dividido em partes torna a tarefa de assisti-lo mais fácil. É como um livro e seus capítulos.
Verão Branco 2020-11-02 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Não nos lembramos exatamente como era a nossa infância, a nossa adolescência e o que havia nesse meio tempo. O "meio tempo", essa fase dos doze anos até a maturidade, é a premissa de Verão Branco, filme de estreia do mexicano Rodrigo Ruiz Patterson que estreou no Festival de Sundance e agora disponível na Mostra de São Paulo. É um filme direto sobre a visão bem peculiar de um jovem com sérios problemas emocionais.
Walden 2020-11-01 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Nascida em Praga nos anos 60, a cineasta Bojena Horackova busca por liberdade no Ocidente em Paris aos dezessete anos. Várias décadas depois surge Walden, um filme que mistura traços biográficos de sua idealizadora e um tom nostálgico/romântico.
Meu Coração Só Irá Bater se Você Pedir 2020-11-01 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Meu Coração Só Irá Bater se Você Pedir tem um título tão longo e tão fofinho, mas é tão brutal. Se trata de um thriller de terror que faz você ficar preso na poltrona da sala de cinema ou, no caso da pandemia, no sofá da sala, do começo ao fim. Curto na medida certa, seus eventos vão se desenrolando com naturalidade até o clímax necessário, esperado e catártico.
Feels Good Man 2020-11-01 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Feels Good Man é hilário, e o motivo disso é, por essas ironias do destino, o próprio tema desenvolvido no filme: um personagem de cartoon vira meme na internet e, sendo usado como símbolo por grupos de reclusos sociais, se torna o motivo principal pelo qual Donald Trump se tornou presidente dos EUA. Sim, isso mesmo que você leu. É ou não é para dar risada de pé, membros da Igreja do Santo Meme?
Em Meus Sonhos 2020-10-28 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Em Meus Sonhos é um filme turco independente desta Mostra de São Paulo em formato de streaming e não me parece o tipo de filme que entraria em uma seleção com sessões no cinema. Tem mais cara de filme lançado direto para TV. Que quase ninguém assiste. Se você tem esse perfil de ficar com insônia na madrugada, pode ser que no futuro esteja passando nos corujões da vida, porque o dono da emissora comprou um pacotão de filmes e veio esse de brinde.
Os Nomes das Flores 2020-10-26 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Os Nomes das Flores é um filme difícil de ser assistido. Difícil porque dá vontade de dormir. Nada acontece e as cenas e falas são repetidas à exaustão. O ritmo é lento, quase parando. Com oitenta minutos apenas, no começo da história entramos em um vórtice do espaço-tempo onde o tempo não passa. Não há uma cena, um quadro sequer, que se torne o motivo de assistir a este filme. Ele é completamente inútil. Um desperdício de energia para quem produziu e para quem irá assistir. Tenho pena dessas pobres almas.
Pari 2020-10-25 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Não é à toa que o cinema grego vira estereótipo de filme que a crítica adora: são os amantes da estética contra os amantes da emoção. No entanto, o clichê de filme grego reza de que ele deve ser parado, e não é isso que acontece em Pari, um trabalho tenso, compenetrante, que não nos deixa desviar o olho da tela nem por um segundo. Os únicos momentos para respirar servem como reflexão do que aconteceu até agora, para logo seguir adiante.
Masters in Short 2020-10-25 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] A proposta da sessão Masters in Short da Mostra de São Paulo esse ano é apresentar alguns curtas de diretores consagrados. São cinco curtas ao total e seis diretores diferentes. Nos é dito no início que a proposta tem relação com o período de quarentena esse ano, mas o único óbvio exemplo é o primeiro. "A Visita", de Jia Zhangke, que apresenta dois cineastas se visitando para assistir a um filme sendo produzido. Todas as situações comuns vividas esse ano, como o medidor de febre à distância, o uso das máscaras e do álcool gel, e a proibição tácita de se dar as mãos, é revisitada. É um aceno de cabeça para o espectador que sabe bem do que o filme está falando. Talvez bem até demais para ser visto em um filme.
Mosquito 2020-10-22 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Mosquito, um filme português, é sobre a introspecção de um garoto em uma guerra próxima do final. Ele tem 17 anos e como todo jovem descerebrado cheio de energia para morrer espera poder fazer parte de uma batalha, mas está em um pelotão cujo objetivo é ficar "de boa na lagoa" (no caso na savana).
Apenas Mortais 2020-10-19 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Apenas Mortais pode ser visto por diversos ângulos, mas em termos gerais, mais amplos, é uma "ficção-denúncia" sobre o envelhecimento da sociedade chinesa e o aumento de doenças degenerativas entre a população. Com isso os problemas decorrentes do sistema de saúde se tornam mais presentes, embora o longa fique em cima do muro em questões governamentais e esteja mais disposto a explorar o drama familiar, deixando questões maiores em segundo plano.
Mate-o e Deixe Esta Cidade 2020-10-18 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Que viagem é este Mate-o e Deixe Esta Cidade. Ótima música pelo compositor e guitarrista polonês Tadeusz Nalepa, que esteve ativo na cena rock/blues nos anos 70 com a banda Breakout. É uma música que vai na alma e que tem tudo a ver com esta vigorosa, conceitual, mórbida animação.
Mães de Verdade 2020-10-11 [tag_movies] [tag_mostra] O filme da diretora japonesa Naomi Kawase abre a Mostra Internacional de São Paulo e revela as dores de nosso tempo, pois possui a sensibilidade de um drama, mas a câmera, apesar de caminhar criando momentos memoráveis, não sabe exatamente o porquê são memoráveis, e com isso se torna apenas um exercício de estilo sem conexão com a realidade. É um épico do drama do cotidiano sem dizer ou saber qual é o motivo de choro.
Segredos Oficiais 2019-10-30 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Esta é uma história real que envolve política e a Guerra do Iraque deste século, mas está fora do timing; é um filme britânico deslocado dos assuntos do momento, como o #brexit. Além disso, seu assunto jurídico é chato, cheio de detalhes legais que precisamos aprender para entender a trama. Sua heroína é uma subalterna de um órgão terceirizado do governo, sem qualquer appealing. Seu desfecho é totalmente anticlimático, sabotando nosso envolvimento pelas últimas duas horas. E apesar de tudo isso, Segredos Oficiais é absurdo de tão bom. Tenso, comovente, claro e empolgante. Como tudo isso funciona apesar de?
Três Verões 2019-10-28 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Regina Casé é um colírio de interpretação para os olhos. Ela torna a caseira Madá uma representante da brasilidade pobre da periferia do Rio de Janeiro convivendo com figurões de uma família de ricaços, e isso é o suficiente para sustentar "Três Verões" sozinha, do começo ao fim.
O Paradoxo da Democracia 2019-10-28 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] O problema de documentários como O Paradoxo da Democracia é o mesmo que o youtuber Pirulla enfrenta sempre quando ele critica a divulgação de teorias da conspiração e informações anti-científicas: as pessoas misturam mentiras e verdades em um mesmo pacote, e como existem algumas verdades embutidas no discurso conspiratório fica mais difícil desmentir a parte falsa sem desmoronar todo o frágil edifício construído em torno da teoria. E no caso do trabalho documental de Belisario Franca e Pedro Nóbrega, se torna uma tarefa ingrata contra-atacar a argumentação falaciosa usada contra o que pessoas de esquerda adoram chamar de neoliberalismo. Essa mania é universal na política, não importando o lado: inventar neonomes para conceitos mais antigos.
Tremores 2019-10-26 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Pablo está com um problema, e sua família se reúne para ajudá-lo. Quem não sabe da sinopse de Tremores pensa se tratar de um filme sobre vício em drogas pesadas, mas quando se revela a homossexualidade do protagonista, entendemos que o filme de Jayro Bustamante expõe a ferida, a vergonha e a irresponsabilidade humana das religiões cristãs de vertente protestante.
O Mês Que Não Terminou 2019-10-26 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Entre as dezenas de documentários que surgiram sobre o momento político do Brasil, "O Mês Que Não Terminou" é finalmente o que entendeu a maior dificuldade em traduzir esse momento para os dois lados que o país se dividiu: empatia.
Andrey Tarkovsky: Uma Oração de Cinema 2019-10-26 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] "Andrey Tarkovsky: Uma Oração de Cinema" é o documentário dirigido pelo filho de um dos mais importantes cineasta da história do cinema. Sim, o filho dirige seu primeiro longa, e é sobre o pai. Apenas isso já deveria chamar sua atenção de cinéfilo, mas se não fez efeito talvez nem o resto desse texto faça.
A Odisseia dos Tontos 2019-10-26 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Fermín Perlassi, personagem de Ricardo Darín, acaba de explicar seu plano de empreender em uma cooperativa local onde a economia da vida de vários moradores servirão para o início do projeto. Ele termina dizendo a famigerada pergunta retórica "o que pode dar errado?", e duas linhas de letreiros "respondem", uma após a outra, deixando claro que A Odisseia dos Tontos não poderia ter um título melhor. A primeira linha: Argentina. A segunda linha: agosto de 2001.
Os Olhos de Cabul 2019-10-24 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Os Olhos de Cabul veem tudo, menos que se está falando francês em pleno Afeganistão. Essa animação ganhou o prêmio Um Certo Olhar em Cannes e agora está sendo exibida na Mostra de São Paulo. Uma viagem honesta e sutil de uma realidade crua de uma sociedade tomada pela opressão e violência, mas que vez ou outra surgem seus heróis.
O Pai 2019-10-24 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] O Pai é um filme que vai se percebendo o drama aos poucos. Ninguém está narrando a história, então você terá que acompanhar os detalhes pelos diálogos. E depois de um filme inteiro, sua última frase ressignifica tudo o que havíamos visto anteriormente.
Não me Ame 2019-10-24 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Não me Ame é cinema experimental, e eu admiro isso. Porém, seus símbolos vão se multiplicando a cada diálogo em um ritmo indecifrável, e isso não tem perdão. Brincando em espanhol com uma história de guerra no estilo invasão do Iraque misturado com o folclore bíblico, a ideia concebida por Sergi Belbel e Lluís Miñarro (dirigido por este último) nunca foi uma coisa boa, nem no começo, quando filmes como Cães de Aluguel e diretores como Kubrick são citados. Referências do diretor? Espero que não, ou isso quer dizer que nas aulas de cinema da atualidade os rolos de filmes são mais cheirados do que vistos.
Dinamarca 2019-10-24 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Tempos difíceis geram homens fortes; homens fortes geram tempos fáceis; tempos fáceis geram homens molengas; homens molengas geram tempos difíceis. "Dinamarca" é uma história que se passa em nossos tempos difíceis e com um de seus homens molengas, um homem que não fará nada a respeito de sua própria vida exceto tentar se manter sendo servido por alguém.
Amazing Grace 2019-10-24 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Amazing Grace é o resultado das horas gravadas de duas noites em uma igreja em Los Angeles pela Warner Brothers. Quem eles gravam? Ninguém menos que Aretha Franklin, uma das maiores cantoras que já pisou na Terra. De volta às origens, ela canta Gospel não como um anjo, mas como uma força da natureza vinda para o bem. Ela representa tudo o que podemos esperar de uma cantora completa.
Partida 2019-10-23 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Eis que me preparo para mais uma sessão da 43a. Mostra de São Paulo e chega um homem de microfone na frente da tela, junto de mais meia-dúzia de pessoas. Ele comenta que se chamar toda a equipe para descer até ele o cinema vai esvaziar. São 13:30 e das 200 poltronas da sala umas 40, no máximo, estão ocupadas. Ele se apresenta e apresenta o projeto: essa trupe de colegas e amigos após as eleições do ano passado fretou um ônibus e foram se encontrar com o ex-presidente do Uruguai, o Mojica. E eis que 6 dias depois (tirando a pós-produção, claro) surge Partida, um filme pré-boteco, daqueles que você vê para depois ir pro bar começar uma discussão política.
O Relatório 2019-10-23 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Nas últimas 72 horas este é meu décimo-quinto filme e texto da Mostra de São Paulo, mas O Relatório não me cansou em nenhum momento pela história que quer contar. O que me desanimou profundamente foi constatar que estava assistindo a um documentário político em forma de ficção com uma das escalações mais inúteis que tenho memória.
O Paraíso Deve Ser Aqui 2019-10-23 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] O diretor palestino Elia Suleiman encontrou uma maneira divertida de mostrar ao mundo as diferenças da visão de um cineasta do resto de nós, mortais. Em O Paraíso Deve Ser Aqui ele próprio é o protagonista, vestido como costuma se vestir, e observa da varanda de sua casa as situações do dia-a-dia, mas que através de suas lentes saem muito mais atípicas do que estamos acostumados a interpretar.
Deus é Mulher e Seu Nome é Petúnia 2019-10-23 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] "Eu tenho valor", diz a protagonista em Deus é Mulher e Seu Nome é Petúnia, "Petúnia é inteligente e trabalhadora", diz seu pai, "O único problema de minha filha é não ter um emprego", diz sua mãe. E nenhum deles parece ter razão.
Bulbul Pode Cantar 2019-10-23 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Este filme se chama Bulbul Pode Cantar porque é a única coisa de divertido que ela pode fazer com a aprovação da sociedade em que vive. Infelizmente, ela não consegue cantar direito em público, se sente envergonhada. E é aí que começa mais um drama de valores de uma sociedade oprimindo as mentes jovens deste século.
Fotógrafo De Guerra 2019-10-22 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Fotógrafo de Guerra é um filme quase cru, sem substância, cujo titulo já anuncia sem rodeios seu conteúdo, que pode ser chocante para a maioria das pessoas, mas como espectadores nos acostumamos com o que vemos.
Ecos 2019-10-22 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Ecos pode ser muito chato para algumas pessoas e fascinante para outras. É um filme feito de pequeníssimos momentos que não significam nada sozinhos, mas que pela sua soma geram uma sensação de existência. E é bom existir.
Boy Meets Gun 2019-10-22 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Fazendo um trocadilho com o filme icônico de Leos Carax (Boy Meets Girl), Boy Meets Gun é uma mistura de drama, comédia e investigação policial que consegue entreter com o mundinho criado pelo roteirista Willem Bosch, que também é o escritor do roteiro do cativante Afterlife, também em exibição nesta Mostra.
Alva 2019-10-22 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Alva nos captura desde o começo como um documentário sobre a vida de uma pessoa pacata que parece inofensiva, mas vai no decorrer de sua duração nos mostrando o ponto de vista de alguém que vive dentro de cada um de nós, ainda que não saibamos disso. E melhor prova disso é nós torcermos por este personagem, inconscientemente, apenas porque começamos o filme simpatizando com sua rotina.
A Verdadeira História da Gangue de Ned Kelly 2019-10-22 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Desde 1906 (The Story of the Kelly Gang) se fazem ficções que buscam contar os acontecimentos em torno do fora-da-lei australiano Ned Kelly. Agora, no século 21, a partir do livro de Peter Carey, que busca contar os mesmos acontecimentos pelo ponto de vista de Kelly, surge essa adaptação cinematográfica de Shaun Grant, A Verdadeira História da Gangue de Ned Kelly, que é uma bagunça talvez comparável ao que se passava na cabeça do pobre bandido.
Querência 2019-10-21 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Querência, quem diria, é uma cidade de verdade, localizada no estado de Mato Grosso. Mas o que acaba não sendo nem de verdade, nem de mentira, é este filme escrito e dirigido por Helvécio Marins, que cria uma ficção com personagens da vida real, e demonstra uma das péssimas formas de unir duas formas de filme em um resultado insosso e sem alma.
O Fantasma de Peter Sellers 2019-10-21 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Com a ascenção vertiginosa vem a queda dura. E O Fantasma de Peter Sellers é o trabalho do diretor Peter Medak que vem revisitar o maior desastre da carreira deste diretor, que teve a péssima ideia de usar Peter Sellers como seu galã em uma produção em alto-mar e foi acometido pela maldição dos espíritos dos piratas.
Eu Prometo Ser Sensato 2019-10-21 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] No começo de Eu Prometo Ser Sensato testemunhamos o último desastre de Franck, um diretor de teatro completamente fora de controle. Não é uma situação engraçada, mas trágica, para o elenco, o público e ele mesmo. E este ironicamente é o resumo do filme inteiro de Ronan Le Page: sem sentido, sem paixão e sem controle. Não há nada neste filme que você irá sentir falta quando ele acabar.
E Em Cada Lentilha Um Deus 2019-10-21 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Em cada lentilha um Deus mostra como é difícil manter uma narrativa em documentários sem roteiro. Esse é um deles. Acompanhamos as memórias e reflexões sobre Luis, um roteirista que ajuda o irmão e o primo a escrever um livro sobre a culinária do restaurante da família. Nessa viagem culinária nosso único guia são os pratos do "L'Escaleta".
A Fera e a Festa 2019-10-21 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Este filme nos presenteia com uma visão do passado do cineasta que homenageia, Jean-Louis Jorges, cineasta da República Dominicana, e ao mesmo tempo nos faz pensar em cinema não apenas como uma história sendo contada, mas como uma visão muito particular da realidade.
System Crasher 2019-10-19 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] System Crasher evita a todo custo julgar sua jovem e impossível protagonista, mas não se pode dizer o mesmo dos espectadores, que saíram da sessão vociferando palavras de ordem e disciplina como solução para uma menina de uns 10 anos que com inteligência acima da média e ataques explosivos é uma versão em miniatura de uma delinquente juvenil. Mas a grande questão para quem quiser analisar além das emoções primárias que o filme evoca é sua camada imediatamente superior: quais os objetivos de um filme como esse?
Devorar 2019-10-19 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Swallow, ou da tradução "errada", Devorar, é daqueles roteiros que começa com uma ideia tão inusitada que você vibra quando acontece, porque é um respiro de ar fresco. Mas além disso ele trata de temas repetidos de uma nova forma, não expandindo, mas apenas mudando nosso ângulo de visão.
A Vida Invisível 2019-10-19 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] A Vida Invisível é um retrato tão fiel e acolhedor de um Brasil patriarcal que em alguns momentos ele corre o risco de estar fazendo apologia, simplesmente por recorrer às nossas memórias afetivas e culturais de uma época, e memórias não funcionam em termos de boas ou ruins. Todas elas são uma mistura só, e o filme de Karim Aïnouz demonstra isso com elegância e sem discurso fácil.
Wasp Network 2019-10-17 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Wasp Network faz o melhor com o que tem para contar uma história confusa sem protagonista definido, e o diretor/roteirista Olivier Assayas nos traz um filme leve quando essa opção seria a única que não poderia ser escolhida.
O Século da Fumaça 2019-10-17 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] O Século da Fumaça parece uma reprise. Eu me lembro de ter visto um filme muito semelhante em outras mostras há um bom tempo, mas a data de produção de 2018 aponta para sua triste atualidade. Se trata de um documentário sobre as condições dos habitantes do interior de Laos, ainda produtor e exportador de Ópio, uma droga altamente viciante e que geralmente consome rapidamente a vida dos viciados. Nessa região acompanhamos uma família e seus vizinhos. A maioria dos homens dessa geração estão no vício e as mulheres são responsáveis por trabalhar no campo, além de dividir a criação dos filhos.
O Desejo de Ana 2019-10-17 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] O Desejo de Ana faz lembrar como a culpa cristã e o puritanismo americano impedem uma abordagem mais honesta do incesto. Se para Hollywood a paixão entre primos já seria um tabu forte demais para a telona, imagine o espectador médio assistindo sobre um romance entre irmãos.
Meu Verão Extraordinário Com Tess 2019-10-17 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Meu Verão Extraordinário com Tess é uma comédia leve, de amadurecimento, baseada no livro de Anna Woltz que deve ser tão gostoso de ler quanto o verão, fictício ou não, que Sam passou naquela praia. Com cores quentes sem exagerar para a fantasia, mas uma fotografia clara que ressalta o brilho da areia iluminando as roupas adolescentes da jovem e contagiosa Tess, esta é uma comédia sutil que não gera gargalhadas, apenas sorrisos, e o humor funciona através de uma doce melancolia do pequeno Sam, que já pensa desde seu primeiro dia de férias em sua inevitável morte.
Filhos da Dinamarca 2019-10-17 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Filhos da Dinamarca junta o tema óbvio do momento político atual de extremos com uma pesada dose de drama shakespeariano, e para isso nada como estar na Dinamarca. E há algo de podre nesse reino. Um tanto fora do cenário europeu de refugiados, onde Alemanha, França e Suécia são os países mais noticiados, o diretor e roteirista Ulaa Salim abraça a causa com uma história, assim como o brasileiro Bacurau, em um "futuro próximo" (mas nesse caso não tão distópico), quando partidos nacionalistas estão próximos de chegar ao poder. Já tendo fechadas as fronteiras, o próximo passo é expulsar os imigrantes recentes, e junto disso o país vira uma panela de pressão que cozinha extremistas de ambos os lados.
A Garota com a Pulseira 2019-10-17 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] É uma moda constante os filmes com "A Garota...". Este A Garota com a Pulseira é um filme de júri, o que já faz 90% do trabalho, chama atenção automaticamente do espectador, que vai querer desde o começo até o final saber a resolução do caso (e corre o sério risco de não saber, pois este é um filme francês...). Porém, este não é um roteiro 100% preguiçoso, apesar de usar velhos temas de júri e de julgamentos que fazemos das pessoas todos os dias.
Vivir Ilesos 2019-10-15 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Vivir Ilesos começa deixando claro, talvez até demais, que é um filme de baixo orçamento. Ele se aproveita de um elenco medíocre para fazer referência a filmes policiais lado B dos anos 70. Por que ele faz isso? Porque o resultado é risível.
Bellingcat: A Verdade Em Um Mundo Pós-Verdade 2019-10-15 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Bellingcat é um documentário sobre esse grupo de jornalistas investigativos amadores que conseguiram construir a partir de evidências extraídas da internet o caso que ligou a queda do avião MH17 sobrevoando a Ucrânia por militares russos.
Você Tem a Noite 2019-10-12 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] "Eu não tenho nada. Você tem a noite." Você Tem a Noite é daqueles filmes que ficamos durante o tempo todo tentando descobrir se estamos conseguindo acompanhar alguma história ou há algo mais do que vemos na superfície, e essa inconstância interpretativa no nosso cérebro não significa que o filme é ruim.
O Último Amor de Casanova 2019-10-12 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Parte da biografia oficial de Giacomo Casanova, uma mistura entre aventureiro, bon-vivant e relator dos costumes da época, O Último Amor de Casanova é um filme absurdo, lamentável e terrível. Ele não possui um elenco necessário, apenas objetos no cenário para dizer suas falas. Não estabelece conexão com o espectador, mas flerta com a possibilidade de acharmos seu protagonista e suas aventuras amorosas dignas de importância por motivos históricos.
Cicatrizes 2019-10-12 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Em um ano, há mais de 500 crianças desaparecidas na Sérvia, mas essa é uma banal estatística exibida nos créditos finais de Cicatrizes, prêmio do público no Festival de Berlim e agora na Mostra de São Paulo. Ela não nos diz nada sobre as famílias que aguardam eternamente por essas crianças. E o que dirá, então, dos que vivem um luto que pode não ter acontecido.
Ninja Xadrez 2019-10-09 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Imagine conciliar as histórias de uma criança escrava de um sweatshop morta a pauladas, seguido da vingança de um ninja de pelúcia com o espírito de um guerreiro e, para finalizar, o desafio comum de um garoto apaixonado pela garota popular da escola. Agora responda rápido: quem deve assistir a esse filme? Crianças ou adultos? Seriam crianças com uma mente de adulto ou adultos que adoram humor negro, mas têm um coração de criança (guardado em um pote na dispensa)? Ninja Xadrez é um filme que mistura elementos pesados em uma narrativa infantil, conseguindo agradar, ou melhor dizendo, desagradar, adultos e crianças ao mesmo tempo.
Hálito Azul 2019-10-09 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] A peça de Raul Brandão, escritor português, inspira um cineasta da região de Açores, Rodrigo Areias, a documentar uma vila de pescadores portugueses de onde veio sua família, e como consequência somos brindados com Hálito Azul, onde a poesia, a cultura, a religião e a ecologia do local, não são perdido no tempo, mas transformado em algo a mais.
Chuvas Suaves Virão 2019-10-09 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] É uma adaptação de livro? Poderia ser. Chuvas Suaves Virão explora essa possibilidade lúdica de livro infanto-juvenil com suas ilustrações de início de capítulo junto da frase principal, e nos coloca em contato com uma aventura protagonizada por crianças que estão sempre segurando lanternas, a la Stranger Things, mas argentinas, menos barulhentas e mais maduras.
A Boia 2019-10-09 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Quando a Go Pro encontra o poeta. A tecnologia de filmagens com câmeras de alta resolução e drones possibilitam a qualquer um, até quem não tem muito o que dizer, a fazer seu próprio filme. O seu documentário da vida real, digamos assim. E é assim que o diretor Fernando Spiner concebe este projeto, A Boia, obcecado mais pelo experimento do que pelo filme em si.
Viver Para Cantar 2019-10-05 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Viver Para Cantar é inspirado livremente no documentário A Folk Troupe (Gang Zhao, 2013), que conta a história real desse grupo tradicional de ópera chinesa lutando para continuar apresentando peças milenares em um espaço condenado pelas autoridades. A ficção de Johnny Ma alimenta a mesma tradição da ópera chinesa, mas a atualiza para o tempo das cidades crescendo, se modernizando e demolindo todos os valores culturais de uma nação.
Afterlife 2019-10-04 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Afterlife, filme do diretor/roteirista estreante Willem Bosch, é uma experiência leve, mas não divertida, pois usa sua leveza apenas para abordar temas delicados como morte de parentes e suicídio. Sua protagonista é Sam, uma adolescente de 16 anos, e para concebermos como uma história com adolescente e com esses temas delicados pode ser levada adiante sem se tornar um drama pesado passamos a entender por que a abordagem de Bosch é nos deixar à vontade desde o começo com a questão da morte, para logo depois explorar algo além da vida.
Sem Túmulo 2019-10-01 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] O cinema do Oriente Médio em geral exporta para o mundo filmes que esmiuçam relações sociais e familiares, e têm se saído bem no Ocidente por nos oferecer essa discrepância de culturas. Sem Túmulo não é exceção, e constrói através de sua pequena janela de dois dias uma compilação de sentimentos remoídos do passado de uma família, mas se esquece de se conectar com seu espectador.
Sócrates 2019-09-20 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Sócrates, além de ser um filme arrebatador, como produção é mais um exemplo a ser seguido pelo cinema brasileiro. Iniciando com baixo orçamento, ganhando fôlego necessário na pós-produção, e viajando o mundo ganhando prêmios (Grécia, Alemanha, EUA), a única parte que não é admirável em todo o processo é ter que esperar todo esse tempo por sua estreia em seu país de origem. Mas, ainda assim: que momento para nos orgulharmos do cinema nacional.
Domingo 2018-11-01 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] É muito fácil tirar sarro da caricatura da burguesia, com sua gente alienada e auto-centrada no próprio umbigo e propriedades. Difícil é, além de tirar sarro, manter o realismo para que os personagens próprios não virem eles próprios caricaturas. "Domingo", trabalho conjunto de dois diretores, Fellipe Barbosa e Clara Linhart, seguindo o ambicioso roteiro de Lucas Paraizo, consegue realizar isso e ainda mantém várias bolas no ar, dando conta de diversos personagens enquanto tece sutilmente sua crítica social.
Marx Reloaded 2018-10-31 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Marx Reloaded já é um filme antigo (de 2011), sobre os 200 anos de nascimento de Karl Marx, o economista/sociólogo/filósofo criador da ideologia que mais matou seres humanos em massa na história da humanidade. É curioso como o nível de intelectualização do pensador está diretamente proporcional à sua concordância com marxismo/comunismo como algo viável e inversamente proporcional à realidade no planeta Terra e da própria natureza humana.
Com Todo Meu Hipotálamo 2018-10-26 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Se há uma coisa que Com Todo Meu Hipotálamo nos ensina é que o ser humano não pode viver sem a beleza. E não se trata dessa beleza abstrata, pós-moderna, localizada em privadas sanitárias espalhadas em museus que sistematicamente ofendem nosso senso estético. De jeito nenhum. A beleza que o filme trata é a mais simples, pura, instintiva: a mulher desejada.
A Terceira Esposa 2018-10-22 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] A Terceira Esposa é um épico vietnamita que se passa há muito tempo, no século 14, e que portanto está entregue às regras sociais da época. No entanto, a diretora vietnamita Ash Mayfair quer nos mostrar uma crítica social contemporânea e se confunde toda com as linhas de história de todas suas personagens. Não dá pra saber muito o que ela quer dizer com tudo isso, mas dá pra entender que falhou graciosamente.
O Ingrediente Secreto 2018-10-21 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] O Ingrediente Secreto é esse filme sobre uma relação entre pai e filho conturbada após um acidente matar a mãe e o irmão. Também fala sobre a situação precária da Macedônia e como todos reclamam do "jeito brasileiro" que eles possuem (como reflexo do governo e da cultura corrupta). Ah, sim, e claro, há também o lance da maconha. Tinha até esquecido.
Tragam a Maconha 2018-10-18 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Este é um mockumentary engraçadinho, que não tem muitas pretensões de ser mais que isso. Talvez seja uma boa pedida entre sessões mais pesadas da Mostra de São Paulo para dar uma aliviada no meio de tantos dramas e críticas sociais e políticas, porque por incrível que pareça, este filme não tem nada disso.
O Termômetro de Galileu 2018-10-16 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Este documentário tem por objetivo inicial fazer você cair de sono. Isso porque a diretora/roteirista/atriz portuguesa Teresa Villaverde evita enquadrar a câmera para nos prender a atenção. Ela prefere uma abordagem mais despojada. A resposta adequada e respeitosa para um filme desse é ser um espectador também despojado, que começa a roncar antes dos dez primeiros minutos de projeção.
Uma Verdade Mais Inconveniente 2017-10-20 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Se você já viu Uma Verdade Inconveniente, Oscar de melhor documentário de 2006, provavelmente vai se sentir em casa com essa continuação. Ela é espalhafatosa, desinformativa e um apelo à emoção. Mas isso não é nenhuma novidade para você. Conhecida por jogar números estatísticos como forma de combate, o folheto de propaganda na forma de documentário continua balançando ao vento para quem quiser e quem não quiser ver. E como os voluntários de programas sociais que vemos na Avenida Paulista, há a sensação que mais do mesmo não irá resolver o problema. Exceto que agora a calçada ficou um pouco menos agradável de se andar.
Human Flow 2017-10-20 [tag_movies] [tag_mostra] [tag_cinemaqui] Human Flow é um documentário em seu formato clássico. Provavelmente as 300 horas de filmagens do projeto servirão de acervo sobre a grande imigração de nosso tempo. E provavelmente as pouco mais de duas horas de filme serão lembradas dessa forma, também.
Um Homem Insignificante 2016-11-02 [tag_movies] [tag_mostra] Fui convidado a assistir este documentário por um de seus diretores, Vinay Shukla, na 40a. Mostra de São Paulo. Fiquei imensamente lisonjeado pelo Cine Tênis Verde ser reconhecido como uma fonte de conhecimento a respeito da sétima arte. Temos feito o possível para incluir nesse festival o máximo de textos. Como já havia agenda (e recursos) para tal, selecionei-o na sua última sessão, dia 1. Curiosamente quase não consegui assisti-lo graças à bagunça que foi a cabine de Snowden, de Oliver Stone, na manhã do mesmo dia. Felizmente consegui chegar a tempo de ver o que os diretores estreantes haviam bolado a respeito dos últimos acontecimentos políticos em um país muito próximo culturalmente ao Brasil. E fiquei mais feliz ainda ao ter gostado, e muito, do filme, o que evita que eu seja obrigado, por integridade, a tecer críticas pesadas aos idealizadores do longa. Não foi dessa vez ;)
Irmandade 2016-11-02 [tag_movies] [tag_mostra] O longa caótico e desconexo de Pepe Diokno é justamente e apenas isso: caótico e desconexo. Desconexo não apenas no sentido narrativo, mas de conexão com o espectador. Como é impossível para nós nos conectarmos àquela realidade de Manila, devidamente manipulada em uma mistura de ficção e realidade, não é possível sequer sabermos qual a linha de raciocínio de um criador petulante que não consegue unir tomadas desconexas com significado ou empatia.
Então Morri 2016-11-02 [tag_movies] [tag_mostra] Um documentário que passa direto para nossos sentidos. Começa na morte e vai voltando pela dor, alegria, ou seja, emoções dos seus personagens da vida real. Em todos eles, miséria, religião, simplicidade. Não apenas do modo de viver, mas de pensar, e consequentemente de falar a respeito da vida. São pequenas lições ouvir as pequenas poesias que essas pessoas dizem, em palavreado simples e ações mais simples ainda, como um soco ou chute, um beijo ou carregar um caixão.
Sonar 2016-10-31 [tag_movies] [tag_mostra] Este é o segundo filme que vejo na Mostra com um personagem que grava sons do ambiente (o outro é O Que Restou da Minha Vida). Sonar escolhe falar sobre uma imigrante mulher de um país africano que ainda trata mulheres como submissas. O interessante é que, considerando o que o filme faz dessa personagem, não temos pista nenhuma que nos faça evitar em pensar que, no fundo, ela também seria no Ocidente como apenas mais uma vadia.
Terra Prometida 2016-10-26 [tag_movies] [tag_mostra] Uma farsa deliciosa dramatizando o apocalipse enxergado por Karl Marx. Mostra os capitalistas inescrupulosos sem valor à vida humana para defender o comunismo que dá valor aos humanos como ferramenta de sacrifício. Não é um filme para levar a sério, mas como qualquer propaganda vermelha que se preze, ela tem que ser dramática; quiçá hilária. Na verdade, é de uma série de filmes do diretor que ridiculariza a propaganda soviética.
Mini-Entrevista com Olaf Kraemer, diretor de 5 Mulheres 2016-10-25 [tag_mostra] A sessão de ontem no Frei Caneca de 5 Mulheres estava mais ou menos lotado, o que foi uma surpresa (positiva). O thriller dirigido por Olaf Kraemer desaponta em muitos sentidos, incluindo o fato de ser confuso. Após a sessão, ele mesmo aparece para um pequeno debate de cinco perguntas (aqueles da mostra, que duram menos de 5 minutos, só pra tirar foto e sair vazado). O tradutor/entrevistador teve a consciência de avisar o público antes do filme começar, e o diretor nos avisou que haveria um curta exclusivo de festivais antes, que iria se relacionar com o longa depois.
Aloys 2016-10-21 [tag_movies] [tag_mostra] Aloys é uma viagem fascinante pelo mundo dos efeitos sonoros que criam a realidade em torno dos dois personagens principais. Para esse feito, é necessário uma edição e montagem impecáveis, além de um design de som que prima pela redundância. Redundância essa necessária para que o espectador consiga penetrar no mundo dividido entre todas as pessoas que vivem dentro do mundo interno de cada um de nós.
Nosferatu 2012-11-02 [tag_movies] [tag_mostra] Mesmo 90 anos depois, Nosferatu consegue impressionar em suas pontuais cenas clássicas. O resto, resquícios do expressionismo alemão, mas de onde até hoje se emprestam algumas técnicas (como o jogo de sombras), pode ser engraçado pela bizarrice, mas define muito bem a loucura e a doença em torno do desconhecido, do sobrenatural.
Hot Hot Hot 2012-11-02 [tag_movies] [tag_mostra] A maior virtude criativa de Hot Hot Hot, primeiro longa do cineasta Beryl Koltz, é abordar o arco dramático de Ferdinand (Rob Stanley) do ponto de vista de um pequeno peixe e o seu processo migratório das águas frias de um aquário solitário para o ambiente quente - no sentido sexual e térmico - de uma sauna e a sua tão peculiar fauna.
Os Visitantes 2012-11-01 [tag_movies] [tag_mostra] Os Visitantes é o primeiro longa do alemão Contudo Knoche e talvez por disso mesmo com o tema dramático possui uma leveza e ingenuidade que o torna particularmente cômico. Iniciando com a visita inesperada do pai Jacob (Uwe Kockisch) aos seus três filhos Arnolt, Sonni e Karla (Jakob Diehl, Anne Müller e Anjorka Strechel), o atípico convívio com eles é usado para desvendar mais sobre aquelas pessoas do que sobre a visita em si. (Note como apenas os primeiros nomes são usados, levando automaticamente nossa relação com os personagens a um nível familiar.)
Era Uma Vez no Oeste 2012-10-31 [tag_movies] [tag_mostra] Era Uma Vez no Oeste parece ser a tentativa de Sergio Leone de fazer o "Grande Cinema", tornando todas as cenas costumeiras de seu faroeste mais solenes, lentas e cerimoniosas. Isso explica a trilha-comentário do músico Ennio Morricone, que oscila elegantemente entre toda essa solenidade e o pitoresco, com direito a pausa em uma música que lembra o cavalgar e que serve de tom cômico.
Shun Li e o Poeta 2012-10-28 [tag_movies] [tag_mostra] Shun Li e o Poeta assume que apenas o fato de inserir dois personagens de culturas e povos longínquos em uma terceira nação pudesse significar uma boa história. É possível apreciar a interação entre Shun Li, uma trabalhadora chinesa que assume o controle de um bar na beira do cais de uma cidadezinha litorânea na Itália, com "O Poeta", um pescador local que emigrou da Iugoslávia e que já aposentado começa a repensar sua vida de solteiro.
O Peso da Culpa 2012-10-28 [tag_movies] [tag_mostra] Primeiro longa de Lars-Gunnar Lotz e seu trabalho de graduação, O Peso da Culpa gira em torno de Benjamin (Edin Hasanovic), um jovem delinquente que ao ser preso é transferido para um programa de sociabilização organizado por Niklas (Marc Benjamin Puch) e sua mulher Eva (Julia Brendler). Eva recentemente foi vítima de um assalto onde foi gravemente ferida. O grande plot do filme é que seu agressor foi justamente Benjamin, e essa descoberta feita por ele e como ele deve lidar com isso durante sua evolução como um rapaz menos agressivo e mais sociável é o conflito central que toma conta durante um certo tempo de nossa respiração.
Carmel 2012-10-28 [tag_movies] [tag_mostra] Que filme odiável. Não que ele seja odiável do começo ao fim. Houve uma tentativa realmente sincera de quem vos escreve de tentar decifrar a narrativa difusa e aparentemente amadorística de um filme que estava sendo apresentado quase que como um tributo à vida do diretor Amos Gitai (presente na sessão) e sua mãe, que viveu as agrúrias do povo judeu desde muito antes da Segunda Guerra. A base da história são as cartas dela, que teoricamente poderiam fazer eco com décadas e mais décadas da visão judia sobre seu povo e suas relações com o mundo.
Inferno 2012-10-25 [tag_movies] [tag_mostra] Um Inferno cresce bem, como qualquer trabalho de terror/suspense bem executado. O que fortalece o primeiro trabalho do diretor Tim Fehlbaum como trama, porém, é o uso sem ressalvas de um dos seus personagens mais importantes: o sol.
Felicidade 2012-10-25 [tag_movies] [tag_mostra] Há uma introdução vigorosa e poderosa em Felicidade, novo trabalho da diretora Doris Dörrie ([Cerejeiras em Flor]). Sem diálogos e um jogo de sons e imagens extremamente econômicos em sua mensagem, acompanhamos a vida perfeita e feliz de Irina (Alba Rohrwacher) em seu país de origem seguido da tragédia que vem com a guerra, representada por um grupo impiedoso de soldados. O choque de realidades é intenso, mas em poucos momentos aliviado com a visão de um cervo, que representa não apenas a última visão de Irina e sua terra natal, mas a capacidade do filme de amenizar passagens fortes de sua história, uma virtude e ao mesmo tempo a sua maior fraqueza.
Pa-dak pa-dak 2012-10-23 [tag_movies] [tag_mostra] Padak, primeiro trabalho do diretor Lee Dae Hee, não cria uma história muito envolvente, mas possui um arco que chega a ser angustiante e libertador. Basicamente acompanhamos as tentativas frustradas de uma cavala (uma espécie de peixe) em tentar escapar de um aquário de um restaurante de frutos do mar. Há muito diálogo e pouca ação. Quando há ação, a animação peca por recorrer aos mesmos movimentos vistos.
Noite #1 2012-10-23 [tag_movies] [tag_mostra] Não é difícil se interessar por Clara e Nicolai, os dois personagens de Noite No. 1, primeiro trabalho em longa metragem de Anne Émond. Ambos possuem angústias mais ou menos universais, e é isso que de certa forma os acaba unindo para uma noite de filosofadas e aberturas íntimas de seus medos e fraquezas. Encontramos os dois em pleno ato sexual, sensual mas realista, para logo em seguida os sentirmos como completos desconhecidos para nós mesmos e um para o outro.
Lado a Lado 2012-10-21 [tag_movies] [tag_mostra] Lado a Lado coloca a questão do formato digital no cinema exatamente como defende o título: uma alternativa para a arte que, assim como o colorido, o som e o 3D, talvez tenha ganho não uma ameaça, mas uma ferramenta.
Cabra Marcado Para Morrer 2012-09-20 [tag_movies] [tag_mostra] O documentário que Eduardo Coutinho começou a produzir nos anos 60 e que foi interrompido após o golpe militar, tendo 40% do roteiro filmado e apreendido pela polícia como material subversivo, vira um filme completo só na década de 80, com a reabertura política e o reencontro do diretor e sua película. E não apenas isso: o reencontro da história de Elizabeth Teixeira, a viúva de João Pedro, líder dos camponeses assassinado brutalmente na época, e do cinema revolucionário de Glauber Rocha que havia ficado no esquecimento.
Sem Medo: As Canções De Luciano Ligabue 2010-12-20 [tag_movies] [tag_mostra] Esse é um documentário que, em um tom misto de atualidade e nostalgia, conta a história dos italianos pelos olhos de sua Constituição, criada após a Segunda Guerra, e como esses ideais foram (ou não) evoluindo na passagem das gerações.
Micmacs - Um Plano Complicado 2010-12-20 [tag_movies] [tag_mostra] A fotografia fabulosa de [Amélie Poulain] também cabe nessa fábula em que um homem, Bazil (Dany Boon), sofre uma dupla injúria em sua vida: a morte do seu pai por uma mina terrestre e uma bala em sua cabeça durante um tiroteio. Então ele resolve se vingar de ambas com o mesmo plano.
A Rede Social 2010-12-03 [tag_movies] [tag_mostra] O objetivo de Fincher, assim como em Clube da Luta, é destrinchar situações e pensamentos da sociedade moderna. Dessa vez, ele usou uma história real e contemporânea para falar sobre a digitalização de nossas amizades, e nada como usar como exemplo a história do próprio criador da maior rede social de todos os tempos: o Facebook, atualmente com mais de 500 milhões de participantes.
Pink Floyd - The Wall 2010-11-06 [tag_movies] [tag_mostra] Reunindo várias filmagens que se assemelham a video-clipes e desenhos psicodélicos, o filme de Alan Parker parece dar um tom surreal à história e às impressões da banda britânica Pink Floyd. Jogando com o silêncio das cenas e da música e das letras de outras, o filme faz paralelo entre o passado, presente e futuro de um garoto que tem o pai morto na guerra, como notamos visualmente na transição entre a luz do lampião e a luz do sol com o garoto correndo ao horizonte.
As Quatro Voltas 2010-11-06 [tag_movies] [tag_mostra] Há algo de transcendental em As Quatro Voltas. Baseado tão somente em imagens, que mostram inicialmente a rotina de um velho pastor de uma cidadezinha, a narrativa liga fatos que não estariam ligados se não fosse pela capacidade imaginativa da câmera de contar uma história. A fotografia e os enquadramentos encantam pelo deslumbramento e simplicidade com que são focados. Não há muito o que falar, pois a história, como disse, transcende explicações. Vai além da fronteira de arco dramático, protagonista. O visual pelo visual.
José e Pilar 2010-11-05 [tag_movies] [tag_mostra] Este é um documentário que conta, com imagens caseiras e inusitadas em eventos públicos, os últimos anos do escritor português, ganhador do prêmio Nobel, José Saramago, e sua esposa, Pilar. Por meio de uma intrusão na vida alheia do casal acompanhamos as viagens que ambos fizeram pelo mundo afora após ele ter ganho o prêmio.
O Atleta 2010-11-04 [tag_movies] [tag_mostra] O filme começa com a luz do sol, tão presente durante o longa, se transformando na luz do projetor de cinema. Esse projetor fará parte do final, quando voltamos para o mesmo close no início. As tomadas iniciais dele chegando ao interior da Etiópia apresentam uma largura de campo estrondosa para dar a impressão de grandeza e imensidão que não acaba mais. Aliás, esse detalhe pode ser visto no belíssimo zoom out dele correndo do lado de um desfiladeiro. Aos poucos esse desfiladeiro vai sumindo e dando lugar à planície.
Vc Tá Aí? 2010-11-01 [tag_movies] [tag_mostra] Começamos essa história sobre um jogador de vídeo-games profissional dentro do jogo que este é especialista. Esse artifício será usado mais uma ou duas vezes e transportado para o pseudo-romance que este viverá com uma oriental da cidade para onde vão disputar o campeonato, só que dessa vez o ambiente virtual é o Second Life, lugar feito para conhecer pessoas. Com esse tipo de simbolismo é que somos levados a uma história que poderia ser fascinante, por nos dar a presença de dois personagens igualmente interessantes, bastando para isso que tenhamos um Bill Murray e uma Scarlett Johansson nos papéis principais e teríamos um Encontros e Desencontros 2, menos profundo mas igualmente interessante.
Vamos nos Conformar 2010-11-01 [tag_movies] [tag_mostra] Esse documentário conta a história de quatro amigas que estão internadas em uma espécie de abrigo para filhas que foram abandonadas por suas famílias. Cada uma delas fala na sua vez sobre sua história, e conseguimos identificar facilmente a personalidade de cada uma: a que tem pena de si, a durona e irritada, a complicada e, por fim, a conformada. É ela que veremos frente a frente com os pais.
Cirkus Columbia 2010-11-01 [tag_movies] [tag_mostra] A primeira coisa que nota-se em Cirkus Columbia é a deslumbrante fotografia. Criada de forma magistral, torna a história um épico instantâneo pelo simples fato de reapresentar ao mundo um país anteriormente arrasado pela guerra, onde são aproveitadas não só os quadros da tela larga, mas as luzes também.
Cargo 2010-11-01 [tag_movies] [tag_mostra] Se fosse resumir essa ficção-científica, diria que ela começa como Aliens - O Resgate e termina como Matrix. De fato, muitas características do longa nos lembra esses dois filmes. Porém, longe de se igualar em qualidade narrativa, este cai no lugar comum de passeios contemplativos pelo cenário com trilhas sonoras igualmente batidas.
A Suprema Felicidade 2010-10-29 [tag_movies] [tag_mostra] [Baarìa - A Porta do Vento], trabalho mais pessoal de Giuseppe Tornatore (Cinema Paradiso), é uma superprodução que tem como característica marcante não definir um foco específico ao contar sua história. Disposto a tornar a Baarìa do título, um vilarejo no interior da Itália, protagonista de tudo que aconteceu no país ao longo de décadas de história, Tornatore sacrifica a clareza narrativa em prol de um bem maior: a absurdamente estonteante rima final, que torna o seu filme, como um todo, uma experiência única e inesperada.
O Mágico 2010-10-27 [tag_movies] [tag_mostra] Esse é o novo longa de Sylvain Chomet, o mesmo diretor de [As Bicicletas de Belleville]. Foi baseado em um roteiro de Jacques Tati (do filme Meu Tio). Ou seja, temos aqui um roteiro de algo belo em sua pureza sendo dirigido por alguém com o controle nato do surreal. Não bom.
Bróder 2010-10-26 [tag_movies] [tag_mostra] A história do estreante diretor Jeferson De, cuja sessão em que estava presente tive o privilégio de participar, inicia com uma grande sequência sem cortes em que Macu desce a ladeira de sua casa pelos becos e ruas do bairro; uma cena que, além de nos mostrar o nível de intimidade do protagonista com seus vizinhos, ainda dá uma ideia muito boa da extensão desse ambiente. A música de abertura, inicialmente não fazendo parte do ambiente, se transforma em música de rádio. Podemos ver essa brincadeira acontecer em quase toda a trilha sonora, que corajosamente escolhe não salpicar as cenas de música, criando tensão em várias cenas simplesmente por diálogos exaltados e movimentos de câmera.
Suécia Hoje 2010-10-23 [tag_movies] [tag_mostra] A partir de depoimentos de várias pessoas e suas diferentes rotinas, este documentário traça um panorama dos últimos anos da história desse país. Assim como a maioria das grandes cidades, se antigamente o trabalhador passava a vida inteira empregado em apenas uma empresa, e os shoppings estavam vazios, de acordo com o narrador, porque esses trabalhadores precisavam restaurar as energias para uma nova semana de trabalho, hoje em dia a maioria trabalha como freelancer, e os shoppings estão cheios todos os dias e a economia é pulsante, pois cada vez mais pessoas querem comer, beber e fazer mais coisas com as 24 horas diárias.